Como foi viajar para o Marrocos em lua de mel

0
Marrocos

Se você me segue lá no Instagram (@vidamochileira) viu que eu casei em 2019 no civil numa cerimônia pequena aqui na Inglaterra (Exeter). Como a minha família e a do Mark não puderam estar presentes fisicamente, decidimos fazer uma live no Instagram para que tanto os brasileiros quanto os tchecos pudessem viver – mesmo que virtualmente – esse momento especial com a gente. Nós casamos no dia 16 de novembro de 2019.

Como o Mark já não tinha muitos dias de férias sobrando, tivemos que fazer uma lua de mel curta e que fosse num destino próximo à Inglaterra (onde moramos) com passagens acessíveis. A gente queria fazer uma viagem de lua de mel (nem que fosse pequena) pra marcar mesmo o ritual de passagem do casamento.

Então, um marroquino que é seguidor do Vida Mochileira que tem uma agência de turismo no Marrocos (@ecodesertmorocco) nos presenteou com essa viagem incrível! Ele entrou em contato comigo dizendo que me seguia a um tempo e que gostava muito da minha forma de falar e do meu jeito de viajar e que queria oferecer o roteiro da minha lua de mel de presente de casamento! Então, o nosso roteiro foi todo organizado por ele e incluiu transfer no aeroporto, café da manhã, jantar, guia que fala inglês e espanhol, noite no Deserto do Saara e muito mais!

Como a gente só tinha 3 dias, o Atman (meu seguidor marroquino) decidiu focar o nosso roteiro no Vale de Dades e no Deserto do Saara pra gente ter uma experiência mais relaxante e com paisagens incríveis, já que estávamos em lua de mel.

A Eco Desert Morocco faz roteiros personalizados em todo Marrocos: Marrakesh, Casablanca, Fez, Ouarzazat, Essaouira, Tangers, Chefchaouen, entre outros lugares. Pra fazer o orçamente da sua viagem, eles precisam saber a quantidade de pessoas, o número de dias disponíveis e o tipo de acomodação que você deseja ficar (low cost, standard ou luxo).

ATENÇÃO: Eu consegui um desconto pros seguidores do Vida Mochileira! É só mandar um direct no Instagram deles (@ecodesertmorocco) ou um e-mail (ecodesertmorocco4x4@gmail.com) dizendo que você é meu seguidor e que tem o cupom de desconto: VIDAMOCHILEIRAECO ⠀⠀
– Viagens de até 4 dias terão 5% de desconto;
– Viagens de mais de 5 dias terão 10% de desconto


✏ Ahhh! Só em termos de curiosidade mesmo… Nós pagamos 57,00 libras ida e volta (cada um) num voo Londres X Marrakesh pela Easyjet. O Marrocos é uma ótima opção pra quem está pela Europa e quer fazer uma dobradinha em um destino com cultura e culinária diferentes com passagens aéreas acessíveis. ⠀

ATENÇÃO!

O seguro viagem é uma das coisas mais importantes pra sua viagem não ter perrengue

Eu contratei o seguro viagem da Seguros Promo pra minha viagem de 3 meses pela Ásia e curti muito o serviço. O custo X benefício foi maravilhoso e o atendimento foi muito bom (usei o seguro na Tailândia). Use o cupom VIDAMOCHILEIRA5 e ganhe 5% de desconto!

A Seguros Promo tem atendimento e suporte em português tanto em chamadas internacionais quanto pelo Whatsapp: +55 (31) 3972-7096. Explico melhor nesse post como você pode escolher o seu seguro viagem internacional.

Seguro Viagem: África
Como foi viajar para o Marrocos em lua de mel TA 40 Especial Plus - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 16/dia*
Como foi viajar para o Marrocos em lua de mel Affinity 60 Mundo (exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 24/dia*

No entanto, existe uma opção mais barata pra quem vai fazer viagens mais longas ou vai se tornar um nômade digital. O SafetyWing é o primeiro seguro viagem internacional do mundo desenvolvido para atender às necessidades de nômades digitais ou pessoas vivendo no exterior em todo o mundo. Você paga $37,00 dólares por 4 semanas.

SafetyWing tem cobertura mundial e cobertura (de 90 dias) no país de origem. Está disponível para compra em 180 países e pode ser comprado ou renovado quando você já estiver viajando. Qualquer pessoa pode adquirir o SafetyWing, não precisa ser nômade digital pra usar esse seguro viagem.

O ponto positivo do SafetyWing é que ele é 1/3 do valor da maioria dos seguros viagens, mas o ponto negativo é que ele ainda não tem atendimento e suporte em português. Tem um post no blog muito completo explicando sobre o seguro viagem SafetyWing.

Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE VIAJAR PARA O MARROCOS

✏ Brasileiros não precisam de visto pra turismo de até 90 dias. Apenas precisam apresentar o passaporte com, no mínimo, 6 meses de validade. Assim que você chega, eles te dão o carimbo de 90 dias. Eu achei a imigração bem de boa. Só me perguntaram o que eu estava indo fazer lá (eu respondi: Turismo!) e qual era a minha profissão (eu respondi: Criadora de Conteúdo de viagens).⠀⠀ ⠀

✏ Dá pra comprar um chip de internet assim que você chega em Marrakesh (no centro da cidade você acha várias barraquinhas vendendo!). Eu comprei o Maroc Telecom (2Gb) que custou 30,00 Dh (3,00 euros) pra 4 dias de viagem! A internet era boa e funcionava até que bem rápido, mas como eu uso muito o Instagram pra relatar as minhas aventuras em tempo real (@vidamochileira) e ele consome muitos dados, eu acabei ficando sem internet no segundo dia de viagem. Hahahahaha Talvez a minha dica seja comprar um chip com mais dados se você usa tanto as redes sociais quanto eu. rsrsrs
⠀ ⠀
✏ As tomadas no Marrocos são do tipo C e E, ambas de dois pinos redondos (tipo aquelas de antigamente no Brasil) e a voltagem é de 220V. ⠀
⠀ ⠀
✏ É de muito bom grado dar gorjetas. As contas dos restaurantes não vêm com a porcentagem de 10% do serviço incluído. As gorjeta não são obrigatórias, mas os garçons esperam essa cortesia dos clientes – entre 10,00 a 30,00 Dh é um valor legal dependendo do que você estiver consumindo. ⠀
⠀ ⠀
✏ Além das vacinas normais que se deve ter sempre em dia (tétano, hepatites, tifoide, etc), não é necessário apresentar qualquer comprovativo internacional de vacina da ANVISA. O Marrocos está livre da febre amarela e a malária pode até ser presente, mas só nas zonas rurais. ⠀
⠀ ⠀
✏ A moeda oficial do Marrocos é o Dirham. É super fácil trocar dólar, euro e libra em qualquer casa de câmbio e até hotéis (trocamos o nosso dinheiro no Hotel Ali, que fica próximo à famosa praça Jemaa el-Fna). Alguns estabelecimento e hotéis até aceitam o euro como forma de pagamento. Além disso, os cartões de créditos internacionais com as bandeiras Visa e Mastercard são amplamente aceitos no país.
– € 1,00 = 10,50 Dh
– £ 1,00 = 12,23 Dh
– $ 1,00 = 9,48 Dh
– R$ 1,00 = 2,29 Dh

OBS: Não é possível fazer a conversão do real em nenhuma casa de câmbio no Marrocos. Eu só coloquei o câmbio aqui pra você ver que o Marrocos é relativamente barato para brasileiros.
⠀ ⠀
✏ O Marrocos é uma monarquia constitucional com um parlamento eleito. O Rei de Marrocos tem amplos poderes executivos e legislativos, especialmente sobre os militares, a política externa e os assuntos religiosos.

O que o Atman (meu seguidor marroquino) me contou é que não é que o povo ame o fato de ter um rei, mas eles gostam do fato de ter uma figura que traz segurança pro país. Como o Marrocos é dividido em muitas tribos, a figura de um presidente causaria muitas guerras porque cada tribo iria querer eleger seu líder como o presidente do país e isso traria muita insegurança. Então, o fato de existir um rei com olhar imparcial sobre o país e um olhar imparcial sobre as tribos gera a sensação de progresso com segurança.

A cultura marroquina é uma mistura de berberes nativos (povo que deu origem ao Marrocos), árabes, africanos subsaarianos e influências europeias (como a francesa). As línguas oficiais do Marrocos são o árabe e o tamazight, apesar de que alguns povos também usam o francês como a primeira língua.

✏ O Marrocos nasceu com os berberes (Imazighen, que significa “homens livres”) e que antigamente eles exaltavam o sol. Mas, os berberes começaram a viajar e conheceram o islã e quando voltaram pro norte da África trouxeram a religião com eles, antes mesmo dos árabes chegarem aqui. Hoje em dia, o país é muito mais aberto! A religião predominante é o islã, mas você consegue encontrar alguns católicos, alguns judeus e, até mesmo, alguns ateus (aqueles que não praticam religião nenhuma), mas com certeza a grande maioria da população é mulçumana. Segundo o islamismo (que os marroquinos pregam), é preciso haver respeito e tolerância entre as pessoas. Respeitar a religião do outro é respeitar Allah.

✏ Os marroquinos gostam muito de barganhar. Quando você for nos mercados ou nas feirinhas coloque seu modo pechinchar em ação e tente conseguir os melhores preços. Eu já consegui pagar menos da metade em uma calça estilo Aladdin depois de barganhar muitooo.⠀
⠀ ⠀
✏ Alguns moradores de rua e pedintes na verdade são policiais disfarçados. Eu achei o país bem seguro, inclusive! E olha que eu ando com vários equipamentos fotográficos no pescoço e na bolsa e não senti nenhum tipo de medo ou perigo. ⠀

✏ A culinária marroquina é muito gostosa. Não é muito apimentada (mas tem um pouquinho). Os pratos tradicionais são o Tagine, Couscous, Kafta e Omelete. Tudo com muito legumes. A entrada geralmente é sopa e salada e de sobremesa geralmente eles servem as frutas da estação. Você vai encontrar poucas opções de restaurantes que servem porco. Por causa da religião mulçumana eles não consomem porco e, por isso, vai ser raro você encontrar essa opção no cardápio.
⠀ ⠀
✏ Aquela história de trocar camelos por mulheres é uma brincadeira. Isso nunca aconteceu de fato no Marrocos. Na verdade, é uma forma de elogiar as mulheres, já que camelos são muito valiosos na cultura marroquina. ⠀
⠀ ⠀
✏ Temperatura média no Marrocos:
– Verão: Entre 30 e 40 graus
– Inverno: Entre 5 e 15 graus
Os meses de julho e agosto são muito quentes e não é recomendado ir. Em dezembro pegamos temperaturas bem baixas (entre 3 e 14 graus). Por isso, consulte a previsão do tempo antes de fazer a sua mala pra evitar passar muito frio ou muito calor. rsrsrsrs

⠀⠀ ⠀
✏  Mulheres não precisam cobrir o corpo ou o cabelo. O Marrocos é um país muito aberto e você consegue ver mulheres de vestido curto e shorts no verão. Nas praias, você até vê mulheres de biquíni sem nenhum problema. As mulheres que se cobrem são por conta da religião muçulmana, mas as estrangeiras não precisam se cobrir. Não é desrespeitoso. 🚨Mas, é claro que todo cuidado é pouco e eu aconselho evitar roupas muito curtas e decotadas.⠀
⠀ ⠀
✏ Média de gastos por dia pensando em comida, acomodação e atrações varia em torno de € 30,00 a € 40,00 euros por pessoa (dependendo do seu estilo de viajante pode ser ainda mais barato).

✏ É proibido beber na rua.

✏ Sempre que você for filmar ou fotografar artistas de rua, pergunte antes se pode e quanto eles cobram, porque caso você filme e não dê dinheiro depois, a treta é certa e você vai se estressar à toa.

💃 Sobre mulher viajar sozinha pelo Marrocos: Super é possível, gente! Apesar de estar viajando com o Mark, eu estava prestando atenção nos locais que passávamos e nas mulheres que eu via que estavam sozinhas. Achei super tranquilo, de verdade!
Não vi perigo nenhum, apesar de sempre aconselhar tomar certos cuidados extras, infelizmente, por sermos mulheres: evitar andar em ruas desertas à noite, evitar usar roupas muito curtas ou decotadas (apesar de não ser proibido no país) e seguir teu instinto sempre! Infelizmente sempre tem uns caras que falam umas gracinhas como em qualquer lugar do mundo!⠀

DICA!

Pra ficar conectado durante toda sua viagem, eu recomendo a Yes Brasil um dos chips de internet que eu usei recentemente numa viagem de Worldpackers no meio do mato na França (era uma fazenda afastada da cidade). A internet pegava perfeitamente e voava. Fora que eles têm atendimento pelo Whatsapp pra qualquer tipo de problema no chip.

Yes Brasil está presente em mais de 100 países em parceria com as melhores operadoras de internet do mundo. Você seleciona os destinos e as datas da sua viagem, encomenda o chip online e ele é entregue na sua casa antes da sua viagem. Existem lojas presenciais também, caso você queira retirá-lo pessoalmente. Use o cupom VIDAMOCHILEIRA10 e ganhe 10% de desconto! Eu escrevi um post completo sobre esse chip de internet.


COMO FOI VIAJAR PARA O MARROCOS EM LUA DE MEL – ROTEIRO DE 3 DIAS

Dia 1: Chegada ao aeroporto de Marrakesh e translado para o hotel

Chegamos bem tarde em Marrakesh (lá pelas 20:00 da noite), mas depois que o Atman deixou a gente no hotel Riad Marrakech by Hivernage ainda fomos passear pela praça principal da cidade, a Jemaa el-Fna. O nosso hotel ficava a menos de 10 minutos andando dessa praça e pudemos sentir um pouco da vibe marroquina através das ruas, pessoas e vestimentas.

Andando pelas ruas até chegar a essa praça você vê muitos restaurantes, lojinhas de souvenires e muitos ambulantes de rua (camelôs). Na praça tem as famosas barraquinhas quem vendem tudo que você possa imaginar. Desde comida a couro e bijuterias. Nessa praça (Jemaa el-Fna) tem algumas barraquinhas de comida, mas o Atman nos aconselhou a não comer nelas porque além do preço não ser justo (ser um pouco mais caro), a comida é duvidosa e, tudo que a gente não quer, é ter alguma infecção alimentar em plena lua de mel, né? Rsrsrsrs

Outra dica que o Atman deu pra gente foi subir no terraço do Café de France. Ele fica em uma das pontas da praça Jemaa el-Fna e a subida é gratuita. Você sobe até o topo e de lá curte uma vista incrível pra praça e pra cidade – a melhor hora do dia é no pôr do sol. Sério! É incrível e a vibe é surreal. A subida até o terraço é gratuita, mas é de bom grado consumir alguma coisa enquanto você está sentado nas cadeiras e medas, ocupando o lugar de alguém que poderia estar consumindo. Um café ou chá de menta custa 20,00Dh (€ 2,00).

Dia 2: Marrakesh – Ait Ben Haddou – Ouarzazate – Boumalne Dades
Depois do café da manhã saímos de Marrakesh e cruzamos as montanhas do Atlas, onde pudemos ver algumas aldeias berberes e também vistamos a Kasbah Ait Ben Haddou. Depois de uma pequena pausa pra ver como é produzido o óleo de Argan (100% puro e natural), continuamos nossa jornada para Ouarzazate – conhecida como “A Porta do Deserto”.

Almoçamos super bem (e que almoço gostoso cara!) e seguimos para o Vale de Dades. Passamos por paisagens incríveis e fomos parando onde dava vontade – essa é a vantagem de fazer um tour privado, você faz o seu próprio roteiro e as suas próprias paradas. Fora que tínhamos um guia (o Atman, meu seguidor e dono da empresa @ecodesertmorocco foi o nosso guia) só pra gente e isso nos permitiu conhecer bem mais a fundo a história do Marrocos, as tradições do país, a cultura e muito da religião mulçumana também.

Jantamos no nosso hotel, o Ksar Sultan Dades, a comida estava incrível e os funcionários era bem atenciosos. Fomos dormir cedo pra descansar e acordar bem cedo no dia seguinte, pois partiríamos pro Deserto do Saara. Pra nossa surpresa, o nascer no sol ali do hotel foi simplesmente sensacional.

RESUMO DO DIA 2:
✔ The High Atlas Mountain ⠀
✔ Ait Barka – É um mirante com visual lindo ⠀
✔ Tizi Ntikhka – Vários cenários lindos e é também onde tem uma cooperativa de mulheres que ensinam e produzem o famoso óleo de Argan (100% puro), que é ótimo pro cabelo e pra pele. Os preços variam de 6,00 a 70,00 euros.
✔ Ait Ben Haddou Kasbah – É como se fosse uma vila. É uma forma de habitação antiga que era usada também como parada de descanso pelos comerciantes (os que traziam ouros, prata e especiarias de Toumboukt) que vinham do sul da África e estavam indo em direção à Marrakesh. Essa Kasbah foi construída no século XI e foi cenário de vários filmes e séries como: O Clone, Gladiador e Game of Thrones.
✔ Ouarzazate – Conhecido como “A Porta do Deserto
✔ Rose Valley – Melhor época pra visitar é em maio pra ver o vale todo cheio de rosa.
✔ Boumalne dades – Dormimos nessa cidade pra seguir pro deserto de Erg Chebbi no dia seguinte. ⠀
OBSERVAÇÃO: Tome remédio de enjoo porque as estradas tem muitas curvas!

Dia 3: Boumalne Dades – Todra Gorges – Erfoud – Rissani – Merzouga
Depois do café da manhã, saímos do Vale de Dades para as Gargantas de Todra. Paramos numa lojinha onde vestiram a gente com roupas tradicionais dos berberes pra tirar foto e também fizeram uma tatuagem de rena na minha mão. De lá, seguimos viagem e paramos pra almoçar, como sempre a comida estava sensacional. Passamos pelo famoso ponto onde acontecia o rally de Paris-Dakar no deserto de Erg Chebbi (antes de mudar pra América do Sul em 2008).  Continuamos viagem para Erfoud conhecida como a capital dos mármores fossilizados e fizemos uma visita ao mercado de Rissani. Ao chegar em Merzouga, fomos em direção às dunas de Erg Chebbi que fazem parte do Deserto da Saara. Ali vão estar alguns camelos te esperando pra fazer o passeio pelas dunas do deserto pra ver o pôr do sol.

Você pode andar de camelo pelas dunas até o camping ou ir andando. A opção é sua. Eu particularmente não sou a favor disso e optei por ir andando, segurando a corda do meu camelo que ia ser puxado de qualquer jeito pelo moço (a diferença é que não tinha o meu peso no camelo e que eu fui fazendo carinho nele em vez de puxar – como provavelmente o moço faria). Numa próxima vez, eu já posso dizer de antemão que não quero montar no camelo e, dessa forma, tentar ver se não fica nenhum camelo me esperando. A gente vai fazendo o que pode agora, como dá e vai pensando no que pode fazer melhor e diferente.

Depois do passeio nas dunas pra ver o pôr do sol, a gente é recebido muito bem no acampamento (que tem vários estilos: low cost, standard e luxo). É só o tempo de deixar as coisas na tenda e fazer um xixi, que já estará na hora do jantar. A gente faz o tradicional jantar berbere com música típica e uma mini festa com as pessoas locais.

Essa parte foi bem especial e eu gostei muito de tentar tocar o tambor com os locais. Eu ri bastante e senti uma energia muito boa nessa noite de céu super estrelado. Sem contar que o Atman fez uma supresa pra gente e providenciou um bolo com o meu nome e do Mark pra nos desejar felicidade no casamento.

🚨 DÚVIDAS SOBRE O DESERTO DO SAHARA:
⠀ ⠀
✔ Existem tipos diferentes de acomodação no deserto: standard e luxury. A standard você divide a tenda com outras pessoas e o banheiro e o chuveiro (que são compartilhados) são do lado de fora. A luxury você tem o quarto só pra você e o banheiro e chuveiro dentro do quarto. ⠀
⠀ ⠀
✔ Qualquer tipo de acomodação tem tomada e você consegue carregar lindamente seu celular. Lembrando que não tem muitas tomadas, então, não ache que vai carregar todos os seus eletrônicos de uma só vez. ⠀
⠀ ⠀
✔ Tem Wi-Fi no camping e funciona bem. ⠀
⠀ ⠀
✔ A água do chuveiro é quente e super rola tomar banho! ⠀

Dia 4: Merzouga – Rissani – Ouarzazate – Marrakech
Depois do café da manhã, a gente retornou para a aldeia de Merzouga com destino a Marrakesh. O caminho foi pelo Vale do Draa e Ouarzazate, cruzando as montanhas do Atlas e chegando em Marrakesh no final do dia. Voltamos pra Inglaterra no dia seguinte de manhã cedo.

A gente só tinha 4 noites e 3 dias pra fazer a nossa lua de mel. O Atman fez um roteiro incrível que permitiu a gente curtir não só a cultura e culinária do Marrocos como também ter tempo pra gente se curtir. Ficamos em hotéis maravilhosos e a nossa noite no deserto foi muito especial na tenda luxury. Além disso, como nosso passeio foi privado, a gente pode conversar bastante sobre a cultura local e sobre as histórias do Marrocos. Foi simplesmente incrível.

Os carros são bem equipados (todos 4X4) e eles nos pagaram no aeroporto e nos deram muitas dicas de onde comer, quanto é justo pagar nas coisas, que tipo de chip de internet comprar, etc! Amamos muito a nossa lua de mel com a Eco Desert Morocco! Eu realmente recomendo eles por conta do profissionalismo e também pelos valores acessíveis do roteiro.

QUANTO CUSTA VIAJAR PARA O MARROCOS?

A Eco Desert Morocco faz roteiros personalizados em todo Marrocos: Marrakesh, Casablanca, Fez, Ouarzazat, Essaouira, Tangers, Chefchaouen, entre outros lugares. Pra fazer o orçamente da sua viagem, eles precisam saber a quantidade de pessoas, o número de dias disponíveis e o tipo de acomodação que você deseja ficar (low cost, standard ou luxo).

ATENÇÃO: Eu consegui um desconto pros seguidores do Vida Mochileira! É só mandar um direct no Instagram deles (@ecodesertmorocco) ou um e-mail (ecodesertmorocco4x4@gmail.com) dizendo que você é meu seguidor e que tem o cupom de desconto: VIDAMOCHILEIRAECO ⠀⠀
– Viagens de até 4 dias terão 5% de desconto;
– Viagens de mais de 5 dias terão 10% de desconto

Eles enviam um orçamento com tudo descriminado: O que está ou não incluso no valor.


DICA!

Outro jeito de economizar nos ingressos das atrações e cortar fila é usando os apps da Civitatis ou do Get Your Guide.

São dois aplicativos que eu não viajo sem no meu celular. Você basicamente consegue comprar ingressos no mesmo dia, ou até mesmo na hora, sem enfrentar fila pra comprar ou pra entrar na atração. Além disso, muitas vezes rolam promoções e os ingressos podem sair até mais barato que na bilheteria dos locais.

Além disso, esses apps oferecem vários pacotes de atrações combinadas, transfers e até walking tours (grátis em grupo e pagos quando privado).

Antes de comprar o meu ingresso pra qualquer atração eu sempre faço esse mini processo: Olho primeiro no site oficial da atração pra ver quanto é o preço oficial e depois olho nos dois aplicativos pra ver se tem alguma promoção rolando ou algum pacote de atrações que me interessa e aí faço a melhor escolha pro meu bolso e pra minha viagem!

Dê uma olhada nos sites –  Civitatis e Get Your Guidee baixe esses aplicativos pro seu celular! Uma última dica é já deixar os dados do seu cartão de crédito ou PayPal salvos nos aplicativos pra na hora da viagem poder comprar os ingressos com apenas 2 ou 3 cliques e economizar tempo.

O QUE LEVAR NA MALA PARA VIAJAR PARA O MARROCOS EM DEZEMBRO

Vocês provavelmente nunca viram uma mala tão compacta pra uma lua de mel! Tudo bem que serão só 4 dias no Marrocos, mas o desafio foi conciliar a temperatura máxima de 19 graus (tava dizendo isso na previsão, mas no final a máxima foi de 14 graus rsrsrs) com a mínima de 3 graus (ou até menos no deserto) e colocar todos os equipamentos fotográficos no mochilão – tô indo de EasyJet e não posso levar a mochila de ataque do lado de fora.

Meu mochilão é de 40L da Quechua (comprei da Decathlon e paguei 30,00 euros) e foi pesando 6Kg (roupas) + 2,5Kg de equipamentos = 8,5Kg

🎒 O QUE EU LEVEI NO MOCHILÃO:
*Vai na cabine como bagagem de mão ⠀
✏ 1 casaco bom
✏ 1 tênis
✏ 2 calças
✏ 1 pijama ⠀
✏ 1 macacão longo (caso a gente saia)
✏ 4 blusas de manga curta
✏ 1 blusa de manga comprida
✏ 1 segunda pele (parte de cima e de baixo)
✏ 2 meias grossas + 2 meias normais
✏ 1 luva + 1 gorro + 1 cachecol
✏ 1 toalha de microfibra
✏ 1 mochila de ataque 10L dobrável
✏ 1 óculos de grau + 1 óculos de sol
✏ 1 ecobag de poliéster
✏ 1 rolo de papel higiénico
✏ 1 canga
✏ 1 sabonete
✏ 1 coletor menstrual ⠀
✏ Calcinhas + sutiã ⠀
✏ 2 cadeados ⠀
✏ Tapa olho e tapa ouvido
✏ maquiagem básica + remédios⠀
✏ 2 carregadores portáteis de celular
✏ 2 adaptadores de tomada + 1 benjamim ⠀
✏ Escova de dente
✏ Pente
✏ Chinelo
✏ Panos umedecidos
✏ Garrafinha de água de silicone
✏ Protetor labial ⠀
✏ Fone de ouvido
✏ Carregador do celular + balança portátil
✏ Gopro + Canon T5i
✏ Todos os líquidos em frascos de 100ml
✏ Seguro viagem

DICA!

GANHE $10,00 DÓLARES DE DESCONTO NA WORLDPACKERS

A Worldpackers é uma plataforma brasileira que permite você viajar e trabalhar durante a viagem trocando sua força de trabalho (habilidade, vontade de aprender e ajudar) e seu tempo – durante algumas horas do seu dia – por acomodação e comida em vários países do mundo.

Usando meu código VIDAMOCHILEIRAWP você ganha 10,00 dólares de desconto e só paga 39,00 dólares por ano (uma única vez) pra viajar pela plataforma quantas vezes você quiser pra vários países do mundo sem pagar por acomodação e comida.

CUPOM: VIDAMOCHILEIRAWP

TORNE-SE UM MEMBRO VERIFICADO


APLICATIVOS ÚTEIS

📍 Wiki Triip: Além de ser um guia completo das principais atrações da cidade, ele também te apresenta a história do lugar e as curiosidades sobre a cultura. Tem também indicações de empresas de passeios e restaurantes. Fala do clima, como chegar, como usar o transporte público e lugares pra fazer compras; ⠀
⠀ ⠀
📍 Get Your Guide: Maravilhoso pra quem gosta de promoções de combos (2 ou mais atrações juntas no mesmo pacote) e odeia enfrentar fila. A compra é online, super rápida e pode ser cancelada em até 24 horas caso você se arrependa. Ahhh! Nesse app eles também são as coordenadas de como chegar nos lugares (então, mesmo que você não vá comprar nada nele, dá pra usar de guia!

📍 Civitatis: Mesma ideia do app Get Your Guide, mas tem outras opções de passeios e também alguns Free Walking Tours (tours gratuitos com guias locais – você paga apenas uma gorjeta). Vale a pena dar uma olhada em ambos os apps!
⠀ ⠀
📍 Citymapper: Esse é o melhor aplicativo de localização/mapa pra você transitar pelos transportes públicos sem se perder – esquece o Google Maps). ⠀

📍 Rome2Rio: Muito bom para dar um comparativo de preços e tempo de deslocamento entre os transportes públicos.

📍 Omio: Faz comparação simultânea de preço entre os transportes (trem, ônibus e avião) pro mesmo destino.

📍 Kayak: Aplicativo que faz busca de passagens aéreas baratas com margem de até 3 dias antes ou depois, te dando uma vasta gama de opções comparativas de preço. Além disso, é possível ativar o alerta no email para receber mensagem toda vez que tiver mudança de preço (para mais ou menos).

📍 Booking.com: Aplicativo de busca de hospedagem, muito bom para fazer comparativos de preço, ver promoções e usar filtros inteligentes de busca.

📍 Airbnb: Ótima opção de hospedagem e dependendo do lugar e da quantidade de pessoas que vão viajar sai mais barato e cômodo reservar pelo Airbnb do que pelo Booking.com. Se você nunca usou o Airbnb experimente, você vai gostar!

DICA DE OURO: Existe uma aba no blog chamada “ROTEIROS GRATUITOS” e lá você pode baixar todas as planilhas que eu tenho de roteiros de viagem. É tudo gratuito e você encontra na planilha não só dica de lugares pra visitar, como também dicas de transportes, hostels e gastos.

Espero que esse post tenha sido útil e se você conhece alguma pessoa que precisa ler isso, compartilha o link com ela!

Ahh! Não esquece de me seguir no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar as minhas aventuras!

Até a próxima!

Beijos,

Mary

 

Gostou das dicas do blog?

Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você NÃO paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

Os links do Vida Mochileira são de serviços que eu mesma uso e recomendo:

– Worldpackers ($10 dólares OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRAWP): Worldpackers
– Hospedagem: Booking.com, Airbnb
– Passeios no Atacama, Salar de Uyuni e Santiago (5% OFF VIDAMOCHILEIRA5): @fuigosteitrips
– Seguro Viagem (5% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA5): Seguros Promo
– Seguro Viagem para viagens longas e nômades digitais ($37 dólares por 4 semanas): SafetyWing
– Passagens aéreas baratas: Kayak, Passagens Promo
– Chip de Internet (10% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA10): Chip de Internet Yes Brasil
– Cartão de débito sem anuidade e transferências internacionais: Transferwise
– Passeios e ingressos de atrações: Get Your Guide, Civitatis
– Aluguel de carro: Rentcars

Muito Obrigada! Me segue também no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar minhas aventuras!