Como arrumar a mala (de forma compacta) pra viajar

0
448

 

Hoje em dia eu arrumo meu mochilão em 2 horas! Em 2 horas ele tá prontinho pra viajar o mundo com seus lindos e esbeltos 10 kg. Mas, se engana quem pensa que eu sempre fui compacta e desapegada pra viajar por 3 meses carregando apenas 10 Kg no mochilão!

Esse post é pra falar mais especificamente de como organizar sua mala pra viajar, mas se você quer ler um post completo de como planejar uma viagem, CLIQUE AQUI e leia o artigo que eu fiz explicando o passo a passo de como eu organizo sozinha as minhas viagens!

Na minha primeira viagem internacional eu fui fazer um Work Experience na Universal Studios em Orlando e eu levei, literalmente, a minha casa inteira e levei 1 semana pra arrumar as malas porque não sabia se levava o quintal e a garagem também (hahahahaha zoa)! O máximo que a companhia permitia eram 2 malas de 32 Kg e adivinhem quantas malas eu levei?! Hahahahaha Eu levei 2 malas de 31 Kg cada e não usei nem 1/3 do que levei. E pasmem! Eu consegui ter a habilidade de voltar pro Brasil com mais 2 malas de 31 Kg além das 2 malas que eu fui! Genteeee! Eu voltei pro Brasil com 4 malas lotadas de muamba e de roupas que nunca usei! hahahahahaha

A arte do desapego vem com o tempo e com as experiências vividas.

Digo isso, porque foi assim comigo!

Na minha segunda viagem, eu fiz um intercâmbio universitário pra Portugal e fiz a mesma coisa: levei 2 malas de 31 kg cada e voltei com 4 malas (as duas que eu tinha levado voltaram quase explodindo e comprei meu primeiro mochilão que também chegou no Brasil quase explodindo e ainda trouxe uma mala de mão… e de novo, comprei várias coisas que nunca usei ou não tinham mais a ver comigo).

Aí eu fiz meu primeiro mochilão de 30 dias sozinha pela Europa e reparei que quanto mais compacta e leve eu estivesse, mais mobilidade e praticidade eu teria durante a minha viagem e, vamos combinar, quando a gente viaja, a gente quer sair bonita nas fotos, quer arrasar no álbum de fotos do Facebook e bombar no Instagram, masssss…. a gente também quer praticidade! Eu prefiro muito mais repetir roupa nas fotos, prezando por levar uma mochila compacta do que ter fotos maravilhosas da moda, tendo que carregar uma mala pesada por vaidade.

De que adiante você levar uma mala de 32 kg pra Tailândia pra passar 15 dias se você vai passar a maior parte do tempo de biquíni ou de sunga? Você realmente precisa levar aquele vestido longo de renda que você vai usar uma vez pra tirar uma foto e nunca mais vai usar ele na viagem? Você realmente precisa levar 5 casacos diferentes pra sua viagem no inverno europeu ou faz mais sentido levar 3 cachecóis e tocas diferentes só pra variar um pouco as fotos?

Ahhh! Falando em foto, vamos combinar que o fato de levar muito roupa vem da sua concepção de “o que as pessoas vão achar se eu só tirar foto com um casaco?” ou “as pessoas vão saber que eu só trouxe essa muda de roupa”. Genteeee! O que as pessoas acham ou deixam de achar é problema delas. Se você quer viajar a Ásia toda carregando apenas 4 mudas de roupa, seja feliz com sua praticidade. Se você quiser enfrentar o inverno europeu com apenas um bom casaco, tá tudo bem!

As pessoas que você tem tanto medo que falem mal de você, tão em casa fazendo fofoca da tua vida e fariam do mesmo jeito se você levasse 50 mudas de roupa. Então, vai por mim, arrume sua mala pensando em você e na sua praticidade e conforto, porque no final das contas, as pessoas vão sempre ter um motivo pra criticar/fofocar da sua vida, não importa o que você faça! E quem vai tá viajando e aproveitando a viagem é você, por isso o seu conforto e praticidade devem vir primeiro que a vaidade.

Eu por exemplo, viajei sozinha pela Europa durante o mês mais frio do inverno (Janeiro), as roupas de inverno sempre pesam mais, né? Então, decidi que levaria dois casacos ótimos e bem quentes e um casaco mais fino caso eu precisasse usar ele debaixo dos outros dois. Levei 4 blusas, 2 calças jeans de cores diferentes e levei 2 pares de luva, 3 cachecóis e 2 toucas. E foi isso! Viajei por 33 dias e em todas as minhas fotos eu tô usando as mesmas roupas, mudando apenas a luva, cachecol ou touca. Se eu me importei? Nenhum pouco! Meu mochilão tava leve, eu andei muito com ele nas costas, aproveitei minha viagem do jeito que queira e as pessoas que estavam comentando sobre eu só ter uma roupa em todas as fotos hoje nem lembram disso e as memórias da viagem ficaram só na minha cabeça e nas fotos que eu não me importo de recordar e rir de quando viajei por 33 dias com as mesmas roupas!

 

Com o tempo e as experiências que você vive, você mesmo vai entendendo que não adianta levar a casa toda porque só vai te dar trabalho na hora da viagem e no final, você não usa nem metade do que você leva! Fora que ainda tem a grande probabilidade de você ainda comprar mais coisa durante a viagem e aí o que já tava pesado, vai ficar ainda mais.

 

Eu por exemplo, tenho viajado com 10 Kg no mochilão e confesso que posso reduzir ainda mais o número de roupas. Eu trouxe 11 regatas, 5 shorts, 2 macaquinhos e 3 vestidos pra passar 3 meses na Tailândia, em uma semana morando aqui eu já tinha percebi que poderia ter trazido apenas 4 blusas em vez de 11 e poderia ter trazido 3 shorts em vez de 5, massss a gente vai aprendendo pra próximas viagens e cada vez tende a ficar mais compacta e entender o que de fato você vai usar e o que de fato é confortável pro estilo de viagem que você quer fazer.

Eu sei que pras mulheres essa questão de não ter muitas opções no armário é mais complicada e eu tmabém sei que é chato parecer que tá usando a mesma roupa sempre (apesar de eu já ter me desprendido disso, eu entendo o sentimento), mas depois de fazer muitas viagens de mochilão, acreditem: a praticidade vai ganhar disparado da vaidade!

Já falei demais nessa introdução que era pra ser pequena e deu quase um livro, então vamos direto ao que interessa!

>>>>>

DICAS DE COMO ARRUMAR A SUA MALA

DICA 1: Faça um check-list ao longo de uma semana. Deixe uma folha de papel e uma caneta em cima da mesa da sala, perto da cozinha ou perto da sua cama e anote sempre que lembrar de alguma coisa que você precisa levar, seja o neosoro, o óculos de sol, aquele creme que fulano falou, o acessório da máquina, enfim… uma semana antes da viagem eu geralmente começo a fazer o meu check-list completo. Mas, como eu tenho feito esse mesmo check-list várias vezes, eu já criei um modelo pra mim e aí sempre imprimo ele uns dias antes e vou anotando as coisas extras que eu lembro que são específicas pra aquela viagem.

Eu uso o mesmo check-list pra qualquer viagem e vou adaptando ele pro tipo de viagem que vou fazer: se é de praia incluo roupas leves, se é de frio, troco as roupas leve por casacos, luvas e cachecóis! Vocês entenderam a ideia, né?

Dá um confere aqui nos meus dois check-lists e use eles como base pras suas viagens, te garanto que ajuda muitoooo!

DICA 2: Dois dias antes da viagem eu separo tudo do check-list num canto da casa! Eu gosto de deixar tudo junto no mesmo lugar pra não esquecer de nada. Geralmente coloco tudo num canto da sala por exemplo. Ah!!! Se você for viajar em casal, é legal não misturar as coisas, porque vocês podem se confundir e acabar esquecendo algo! Quando eu e Mark viajamos juntos, eu junto todas as coisas do meu check-list num canto da sala e ele junta todas as coisas do check-list dele num canto do quarto.

 

DICA 3: Um dia antes de viagem confira tudo que você separou e seja mais criterioso. Sempre se pergunte: Eu vou de fato usar isso? Faz sentido levar isso? Preciso de tanta blusa assim? Preciso levar 2 pares de tênis? Tente tirar pelo menos 30% das roupas que você já tinha separado pra levar, porque vai por mim, você já vai tá levando mais roupa do que realmente vai usar!

 

DICA 4: Separe o que você vai levar no mochilão e o que você vai levar na sua mochila de ataque (que é a mochila pequena que te acompanha pra tudo quanto é lugar – como se fosse sua malinha de mão).

 

O que eu geralmente levo na minha mochila de ataque (23L):

– Óculos de grau;

– Óculos de sol;

– Pasta e escova de dente;

– Tapa olho e tapa ouvido;

– Carregador portátil de celular e o carregador normal (CLIQUE AQUI e leia o post sobre power bank no voo);

– lanchinhos pra viagem (biscoito ou barrinha de cereal);

– Kit maquiagem básico (corretivo, lápis de olho e blush);

– Balança portátil (mais abaixo explico o porquê);

– Kit remédios;

– Fone de ouvido;

– Pano umedecido;

– Documentos;

– Bloquinho e caneta;

– Canga (mais abaixo explico o porquê);

– Gopro e acessórios;

– 1 benjamin;

– Travesseiro de pescoço;

– Se for uma viagem longa eu levo uma roupa extra;

– Deixo minha meia de compressão acessível na mochila de ataque se o voo for mais longo do que 8 horas;

– Se a viagem for mais longa que 1 mês, eu levo o computador e o HD externo por causa do blog, se não, eu não levo!

 

O que eu levo no mochilão (65L):

– Um rolo de papel higiênico;

– Bijuterias;

– Necessaire (creme, shampoo, condicionador – líquidos devem sempre vir em frasquinhos de no máximo 100ml cada)

– Chinelo e rasteirinha;

– Blusas;

– Shorts;

– Vestidos;

– Calcinhas e sutiãs;

– Biquínis;

– Roupa de dormir;

– Meias,

– Saquinhos plásticos que vem em tubinho;

– Toalha de microfibra;

– extensões e benjamins;

– Se a viagem for mais longa que 1 mês eu levo kit costura, alicate de cunha, cortador de unha e esmalte (eu só levo esses acessórios se eu sei que vou despachar o mochilão, se eu não for despachar, eu não levo)

SOBRE LÍQUIDOS NA MALA DE MÃO

– Você só pode levar líquidos wm frasquinhos de 100 ml.

– Creme, shampoo, condicionador, perfume, protetor solar, repelente, pasta de dente… Tudo isso conta como líquido.

– Todos os seus líquidos devem caber em UM saquinho transparente de ziplock de 20 cm X 20 cm! Só é permitido UM saquinho ziplock por pessoa.

– Se você tem um creme que tá na embalagem original (maior do que 100 ml), mas o creme tá quase acabando, eles vão pedir pra você jogar fora mesmo que a quantidade de creme em si seja menor que 100 ml. O que importa é o recipiente. TUDO tem que estar em frascos de 100 ml.

 

Dicas:

– Alguns aeroportos são ziplock de graça, quando achar esses aeroportos pegue vários saquinhos ziplock e faça um estoque na sua mala para as próximas viagens.

– Não é permitido levar gilete, cortador de unha ou alicate de unha na mala de mão. Esses itens devem estar na mala despachada, mas se você não for despachar mala é melhor evitar levá-los. Eu sempre levo eles na mala de mão e nunca tive problema, mas também tô sempre pronta pra jogar fora se mandarem.

– Deixe os líquidos dentro do saquinho ziplock –  num bolso de fácil acesso no mochilão- prontos para serem escaneados quando você passar pelo detector de metais na hora da fiscalização.

– É legal deixar os líquidos dentro do saquinho ziplock num bolso acessível, mas que também seja um pouco separado das roupas, porque se por acaso um dos frasquinhos de líquido estourar não vai sujar o mochilão todo.

 

SOBRE O MEU MOCHILÃO

– Meu mochilão tem 65 litros! Quando eu faço viagens que não tem mala incluída no valor da passagem, eu geralmente passo o mochilão como mala de mão e aí tento ser o mais compacta possível, porque além do mochilão eu levo a mochila de ataque que aí tento ser mega compacta pra não implicarem.

Se eles implicarem com o tamanho do seu mochilão, eles podem pedir pra você despachar ele sem custos adicionais ou podem te cobrar pra despachá-lo, tudo depende da companhia aérea, do bom humor dos funcionários e do quão cheio estará o seu voo, por isso, tente sempre evitar chamar atenção como mochilas muito grandes ou quase explodindo hahahahahaha.

 

– Quando o valor da passagem inclui bagagem despachada, eu despacho o mochilão (eu sempre despacho se eu tiver que fazer conexões e/ou se for mais prático pra mim) e vou só com a mochila de ataque no voo.

 

– Quase todas as companhias aéreas tem dimensões específicas e diferentes pra bagagem de mão. Por isso, é muito importante que você confira no site da sua cia aérea.

 

– A maioria das companhias aéreas delimita que a bagagem de mão tenha 10 Kg, então pese sua mala antes de ir pro aeroporto ou no próprio aeroporto antes de fazer check-in. Confira também no site da sua cia aérea qual o peso permitido, pois apesar da maioria permitir 10 Kg, algumas delimitam 5 Kg e outras 8 Kg.

 

– Eu sempre levo uma balança portátil na minha mochila de ataque.

 

– Meu mochilão geralmente pesa entre 8,5 Kg e 10 Kg e a mochila de ataque pesa 10 Kg por causa dos equipamentos fotográficos e cadernos que eu gosto de levar.

 

– Já levei meu mochilão de 65 litros como bagagem de mão e não tive problemas (apesar dele ser um pouco maior do que as dimensões padrões de mala de mão das cias aéreas como um todo). Isso vai depender muito da cia aérea, do humor dos funcionários e do quão cheio estará seu voo.

 

– Quando eu despacho o meu mochilão eu sempre envolvo ele em papel filme de cozinha. Geralmente deixo pra embalar o mochilão no aeroporto.

Como muita gente já sabe, a maioria dos mochilões não permite ser trancado com cadeado, porque a estrutura do fecho dele não tranca mesmo que você meta trilhões de cadeados.

PASSO-A-PASSO:

– Vá ao mercado e compre aquele plástico filme que sua mãe usa pra guarda as comidas na geladeira (compre dois por via das dúvidas);

– Coloque a capa de chuva no mochilão pra proteger os fechos e os zíperes;

– Enrole o mochilão no plástico filme (tanto na horizontal quanto na vertical) como se não houvesse amanhã… Enrola mesmo, como se fossem aquelas máquinas caríssimas dos aeroportos, sabe?

– E despacha o mochilão na fé!

IMPORTANTE PARA QUALQUER VIAGEM

– Sempre faça seu seguro viagem, por mais cuidados@ que você seja!

>>> Recomendo fazer uma cotação na Seguros Promo também, porque o custo X benefício dos planos deles vale super a pena. CLIQUE AQUI e faça sua cotação.

Ahh! Pra ganhar 5% de desconto você pode usar o código VIDAMOCHILEIRA5.

Eu usei esse seguro na minha viagem de 3 meses pela Ásia e curti muito (inclusive eu precisei usar e foi top). O atendimento foi excelente e o custo X benefícios foi muito bom.

– Leve cadeados de, pelo menos, 2 tamanhos diferentes caso você precise usar no hostel (eu já até tenho minha bolsinha de cadeados de viagem – tenho mais de 4 tamanhos diferentes).

– Sempre leve um kit remédios na sua mochila de ataque.

 

KIT REMÉDIOS QUE EU SEMPRE LEVO

– Paracetamol

– Digesan

– Deocil

– Imosec (fundamental pra caganeira)

– Buscopan

– Remédio pra enjoo

– Esparadrapos

– Band-aid

– Colírio

– Sonrisal

– Luftal

– Remédio pra gripe

– Aspirina

– Pantoprazol

– Remédio pra alergia

– Bepanthen (tubo pequeno)

– Anti-concepcional (dependendo da quantidade de dias que você ficar, leve duas cartelas)

PORQUÊ EU LEVO UMA BALANÇA PORTÁTIL NA MALA DE MÃO?

Eu levo balança pra pesar o mochilão! Eu gosto de ter noção do peso da mochila de ataque e do mochilão antes de ir pro aeroporto porque assim eu posso redistribuir o peso das coisas se eu precisar. E também evito ter problemas com as cias aéreas low costs que cobram uma fortuna por excesso de peso.

Já tive problemas com a Ryanair e ele mandaram eu pagar 50,00 euros porque disseram que ACHAVAM que a minha mochila pesava mais do que 10 Kg e como eu não tinha como provar e eles não tava nem aí pra provar se tavam certos ou não, acabei tendo que pagar a multa, porque se eu não pagasse eu não poderia embarcar no voo. Desde então, sempre ando com a minha balança na mochila de ataque.

 

ITENS CURINGAS PRA QUALQUER VIAGEM (NUNCA PODEM FALTAR)

– Sacola sintética dobrável: não ocupa espaço, não pesa e é sempre muito útil em todas as viagens;

– Papel higiênico: eu sempre levo um rolo;

– Tubinho de sacos plásticos: prático, não pesa, não ocupa espaço e é útil nas viagens. ATENÇÃO! Agora estou tentando ter hábitos mais conscientes nas minhas viagens e estou diminuindo muito o consumo de saco plástico e tentando novas soluções como mais bolsas sintéticas e eco bags que dá pra lavar e carregar com facilidade.

– Saquinho ziplock: eu sempre levo pelo menos 2 na viagem pra colocar os líquidos que vou passar no detector de metais no aeroporto;

– Meia de compressão para voos longos (+ de 8 horas): ajuda na circulação sanguínea;

– Corda elástica: eu uso às vezes pra reduzir o volume do mochilão (se tiver muito estufado), mas sempre uso de varal no hostel. Dá super certo.

– Extensão e benjamins: são itens que não podem faltar na minha mala, principalmente porque alguns hostels oferecem poucas tomadas pra muita gente querendo usar.

– Canga de praia: A canga é um item que eu sempre levo não importa qual seja meu destino. Ela é um item super curinga que serve pra muitas coisas: Se cobrir no ônibus, no avião, forrar o chão do aeroporto, usar na praia, fazer de saia, usar como toalha numa emergência, cobrir cama de hostel se precisar, etc…

 

PORQUÊ EU USO MEIA DE COMPRESSÃO

Eu uso as meias de compressão pra voos longos de mais de 8 horas pra ajudar na circulação sanguínea! É importante pra quem tem varizes ou trombose. Veja com seu angeologista a melhor meia pra você.

É PERMITIDO LEVAR CARREGADOR PORTÁTIL NO AVIÃO?

Pra felicidade geral da nação e dos viciados em celular, eu digo que sim! É permitido levar carregador portátil nos voos e também é permitido carregar todos os seus aparelhos pelo famoso power bank (excluindo as horas de decolagem e pouso, onde os comissários de bordo pedem que todos os aparelhos eletrônicos sejam desligados e que os passageiros não usem o power bank nesses dois específicos momentos).

Mas, é importante ficar atento porque os power banks contem bateria de íon-lítio e por isso só podem ser transportados na bagagem de mão. Outra coisa pra ficar atento é na capacidade do seu power bank, pois existe um limite na capacidade aceita que é referente à segurança dos voos.

Leia mais sobre isso CLICANDO AQUI!

 

Assista, abaixo, alguns stories que eu fiz no dia que viajamos pra Tailândia!

Embalando o mochilão

Embalando o mochilão 2

Embalando o mochilão 3

Explicação do papel filme

________

Espero que esse post tenha sido útil pra você e se você curtiu, compartilhe com quem tem as mesmas dúvidas.

Me segue no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar as minhas dicas de viagem em tempo real!

Beijos e até a próxima!