É possível viajar sem falar inglês?

0

Oiii gente!

Se eu pudesse escolher uma pergunta pra ser a campeã dos meus directs no Instagram eu escolheria essa: Eu consigo viajar pro lugar tal sem falar inglês?

Genteeeee! Vou falar aqui o que eu falo pra todo mundo que me faz essa pergunta: CLARO QUE CONSEGUE!

A língua deixou de ser uma barreira há muito tempo! Quem não viaja por medo da barreira da língua tá criando desculpa pra não viajar! Digo isso porque hoje em dia existe internet e com isso a tradução simultânea é possível.

E se eu não tiver internet, Mary? Como faço pra me comunicar? Ué gente! Se comunica do mesmo jeito que nossos antepassados se comunicavam: através de mímica, desenho, apontando pras coisas, etc!

É claro que se você fala inglês ou a língua do local que você tá visitando facilita muito a comunicação e mais ainda a negociação das coisas, né?! Mas, se você não fala inglês não deveria usar isso como uma desculpa pra não viajar. A viagem será mais difícil, mais desafiadora, mas vai valer a pena e você não vai se arrepender.

Eu sei que o fato de não falar a mesma língua e o medo de não ser entendido assustam muito! Porque a gente começa logo a pensar nas coisas ruins que podem acontecer e que sem a língua é quase impossível contornar! Mas, e se em vez de pensar nas coisas ruins você focasse nas coisas boas que podem acontecer durante uma viagem?!

Primeiro que viajar vai abrir a sua mente e te fazer conhecer pessoas diferentes de outras culturas ao longo do caminho! E vai por mim, a gente sempre dá um jeito de se entender e se divertir mesmo sem falar a mesma língua! Caraaa! O que eu tenho de história pra contar das minhas viagens vocês não tem noção!

Eu mesma viajei um mês sozinha pela Europa falando um inglês super básico e pra falar verdade a maioria dos países que eu fui as pessoas não falavam inglês direito também, então a gente sempre acabava de comunicando por mímica! Eu falava uma palavra que sabia em inglês e contextualizava com mímica ou apontando pras coisas! 😂

E se você for pra um país de língua inglesa? Ué! Eles sabem que você não é nativo de lá, então eles não esperam que você fale um inglês perfeito e muito menos te cobram isso! Se você consegue fazer com que as pessoas te entendam já dá pra viajar, se esse jeito será falando, desenhando, dançando, traduzindo, fazendo mímica tanto faz! O importante é se fazer entender!

Aqui na Tailândia, por exemplo, eles não falam inglês, são pouquíssimas as pessoas que conseguem fazer mais de 5 minutos de conversação em inglês. A maioria aqui fala palavras soltas que ajudam um pouquinho na comunicação! Então, no final das contas tanto faz se você fala inglês fluente ou nada de inglês, a comunicação será praticamente a mesma com os tailandeses.

Por exemplo: Se você for num restaurante e quiser comer peixe. Esquece pedir um peixe assim: I would like to order a fish, please. A galera só vai entender a parte do fish! Então, como você faz? Aponta pro que quer no menu e fala: Fish! Pronto!!! Já pediu seu almoço! Você se fez entender e a pessoa entendeu o recado?! Uma comunicação foi estabelecida e as duas partes ficaram feliz na história, né? Você vai comer seu peixe e o cara vai ganhar o dinheiro dele.

E agora se você quiser negociar um passeio de barco e as duas pessoas não falam inglês? Mostra o roteiro que você quer fazer por escrito (os nomes dos lugares eles sabem), e pede pra eles escreverem o valor falando: Price? E fazendo aquele símbolo universal de quanto custa com o dedão e o dedo indicador saber?! Eles vão escrever pra você o preço, mas e se você quiser desconto?! Escreve de volta o valor que você quer pagar! E fala: Ok? E mostra o sinal 👌

E por aí vai! Sempre funciona!

Outra coisa legal e que sempre funciona é o famoso Google tradutor! Joga o que você quer falar e traduz pra língua do local que você tá e mostra pra pessoa! Aí se ela quiser se comunicar ela vai escrever de volta pra você a resposta e por aí vai!

É muito bom poder falar em inglês e se comunicar com todo mundo, principalmente se sua vida é na estrada, mas não deixe que o fato de você não falar inglês seja um empecilho pra você ir mais longe!

Você nunca vai saber se conseguiria se não tentar! Vai ser estranho no começo? Vai! Pra caracaaaa! Também não tô falando que vai ser fácil! Porque não vai ser! Vai ser difícil pra caraca, mas se a gente quisesse coisa fácil não taria fazendo mochilão e sim viagem de luxo, né?! 😂

Como você supera seus desafios? Se escondendo e se esquivando deles ou batendo de frente e provando que você é capaz?

Vai por mim! Viajar sem falar inglês é possível e vale a pena! A viagem não será menos divertida por causa disso, será mais desafiadora, as histórias que você terá pra contar depois da sua viagem serão cheias de risadas e suas lembranças serão eternas de um momento que você mesmo se desafiou e venceu! Vai por mim, não deixe de viajar porque você não fala inglês.

Eu já viajei sem inglês e foi incrível e conheço mais centenas de pessoas que rodam o mundo sem falar inglês e nunca teriam chegado onde chegaram se tivessem deixado o medo da barreira da língua falar mais alto a ponto de fazerem elas desistirem de pegar o primeiro voo.

DICAS PRA VIAJAR SEM FALAR INGLÊS:

– Se você está se sentindo inseguro de viajar sem falar inglês, invista num chip de internet bom que vai funcionar o tempo todo durante sua viagem (ou pelo menos a maior parte do tempo)! Easysim4u e Forever Wireless são boas opções!

– Pesquise muito sobre os lugares que você quer ir. Leia sobre as cidades, sobre os meios de transportes, sobre as atrações, etc. Tudo que você puder ler e absorver sobre o lugar vai facilitar a sua vida durante a viagem e vai te deixar mais seguro de viajar por lá, mesmo sem o inglês, porque depois de tanto ler sobre o lugar você acaba sentindo que já conhece.

– Faça um roteiro organizado e bem detalhado e de preferência imprima ou tenha acessível no celular todas as informações da viagem: Nome dos lugares que quer visitar, nome dos hotéis e endereços, dicas de blogueiros ou amigos. Acho que ter um roteiro bem organizado facilita muito na hora de viajar sem o inglês, porque você sabe da onde tá vindo e sabe pra onde quer ir, e se você tem as informações impressas ou anotadas fica mais fácil de pedir ajuda.

Por exemplo: Quando eu fui pra Berlim e não falava inglês. Eu queria ir pro meu hotel andando (eu sabia que era perto da estação de trem) e aí fui perguntar pro policial da estação. Ele não falava inglês e nem eu. Aí só apontei pro meu papel com o nome do hotel e endereço e fiz uma cara de perdida e disse: Help! O cara me mostrou a direção com a mão e fez um sinal de jóinha! Hahahahaha

 -Escreva algumas palavras chaves na língua local do lugar que você vai visitar e deixe arquivado no seu bloco de nota do celular (tipo: banheiro, restaurante, aeroporto, ônibus, etc).

– Use e abuse de mímicas durante sua viagem (parece mongol, mas funciona e é muito divertido);

– Não tenha medo de errar, se você fala um pouco de inglês, se joga e fala tudo que você aprendeu! Errar ensina mais do que você pensa! Se você não fala nada, essa é a hora de aprender algumas palavras ou coisas novas com as pessoas que você vai conhecer no caminho!

– Abra sua mente e se mostre disposto a fazer novas amizades! Essa parte torna a viagem muito mais fácil e acaba ajudando muito na comunicação, principalmente se você conhecer alguém que te entenda e possa te ajudar;

– Não crie limites na sua viagem porque você acha que não será capaz! A viagem vai te mostrar o contrário e você vai ver o quanto vai crescer pessoalmente com essa experiência desafiadora.

– Não se isole durante a viagem porque você não fala inglês ou porque tem vergonha de se comunicar com estranhos, a melhor parte de uma viagem são as pessoas que você conhece pelo caminho!

 

PAÍSES QUE EU VISITEI QUE NÃO FALAVAM INGLÊS DIREITO:

Você acha que o mundo todo sabe falar inglês, menos você?! Se engana quem pensa que vai chegar em qualquer lugar falando lindamente inglês e sendo respondido no mesmo nível. Às vezes, você vai ter um inglês fluente e nem vai usá-lo direito porque o país que você tá indo não fala inglês. Ou, às vezes, você fala pouco inglês e já será o suficiente pra fazer uma negociação porque a outra pessoa fala o mesmo nível de inglês que você ou até menos. E, às vezes, nenhuma das partes vai falar inglês e tudo bem, a comunicação será feita por mímica ou apontando pras coisas ao redor.

Os países que visitei e que as pessoas falavam inglês básico ou quase nada foram:

– Grécia: Os jovens falavam um pouco e a galera de Atena também, mas nas ilhas quase ninguém falava inglês – principalmente as pessoas mais velhas.

– Croácia: Os jovens falavam, mas os adultos se comunicavam por mímica falando croata lentamente, como se a gente fosse entender. Hahahahahaha

– Marrocos: Nos hotéis a gente conseguia se comunicar em inglês, mas na rua, nos restaurantes e nos mercados era muito difícil, a gente apelava logo pra mímica.

 – Tailândia: As pessoas falam palavras soltas em inglês tipo: Sorry, Thank You, Fish, Boat, Water, Beer, mas eles não conseguem fazer uma conversa em inglês. Então, no final das contas a gente apela bastante pra mímica também.

– Polônia e Hungria: Poucas pessoas falavam inglês, alguns jovens até falavam um pouco pra ajudar os turistas perdidos, mas a maioria não falava nada. Com exceção dos hotéis e alguns restaurantes.

– República Tcheca: Em Praga até que vimos bastante gente falando em inglês, mas fora de Praga é muito difícil ver a galera falando. Nas outras cidades, os jovens até arriscam uma conversa básica em inglês, mas nada que flua mais do que 10 minutos.

– Bolívia, Chile e Peru: São países que estão crescendo muito no turismo e por isso acabam por ter bastante gente que fala um inglês básico, suficiente pra fazer uma negociação (óbvio que não tô contando a galera que é guia de passeios, porque esses tiveram que aprender a falar inglês pra exercer a profissão). Mas, se você sair do centro das cidades grandes e turísticas e for pros arredores, vai encontrar pouca gente que fala inglês e aí a gente arrisca logo um portunhol ou vai na mímica mesmo.

 

Bom gente, eu espero que vocês tenham curtido esse post e que não usem a barreira da língua como um empecilho pra viajar! Vale a pena sim viajar, mesmo sem falar inglês.

Ah! Me segue no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar minhas aventuras em tempo real.

Beijos e até a próxima.

 

Gostou das dicas do blog?

Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

Os links do Vida Mochileira são de serviços que eu mesma uso e recomendo:

– Worldpackers ($10 dólares OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRAWP): Worldpackers
– Hospedagem: Booking.com, Airbnb
– Seguro Viagem (5% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA5): Seguros Promo
– Chip de Internet (10% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA10): Chip de Internet Yes Brasil
– Aluguel de carro: Rentcars
– Consultoria de viagens comigo: vidamochileira@gmail.com
– Passeios no Atacama, Salar de Uyuni e Santiago (10% OFF VIDAMOCHILEIRA10): @fuigosteitrips

Muito Obrigada! Me segue também no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar minhas aventuras!