Seven Sisters na Inglaterra: como chegar o que fazer

0

As Seven Sisters na Inglaterra são falésias/penhascos de giz pelo Canal da Mancha que formam um visual famoso da costa inglesa, elas fazem parte do South Downs em East Sussex, entre as cidades de Seaford e Eastbourne, no sul da Inglaterra.

Esse é um passeio super gostoso pra ser feito tanto sozinho, quanto em casal ou família. É daqueles tipos de caminhada que você não tem nada mais pra fazer senão apreciar a natureza e contemplar a sua pequenez em relação a tudo que está a sua volta.

Visitamos as Seven Sisters na nossa ida à Brighton (abril de 2019 – primavera), que é uma cidade que fica bem pertinho de lá (55 minutos de ônibus pra ser mais específica rs) e que eu recomendo você conhecer. Nós ficamos 2 dias e meio em Brighton e tiramos metade de um dia pra ir conhecer as Seven Sisters. Não fizemos toda a trilha, por isso ficamos só metade de um dia. Mas, já aviso que se você quiser fazer toda a trilha é bom deixar um dia inteiro pra essa aventura.

A trilha não tem nenhuma dificuldade, é quase toda linear em meio a campos verdes e, às vezes, até beirando o mar (dependendo do caminho que você fizer). A única coisa que eu recomendo é você ir de tênis para fazer algumas das subidas da trilha. Tem umas subidas que são meio inclinadas e como o terreno é de giz/barro/pedra fica um pouco escorregadio e o tênis pode te dar mais confiança e estabilidade na hora de subir essas partes (não muito longas).

Seven Sisters na Inglaterra: como chegar o que fazer
Seven Sisters

Como eu disse ali em cima, esse passeio é deslumbrante por conta da natureza exuberante e grandiosa que você vai se deparar a todo momento. A trilha começa num campo com um lago/riacho bem calmo (se você fizer esse passeio durante a primavera vai ver a grama, as vegetações e as flores de várias cores diferentes e tonalidades de verde – é lindo demais) que se você prestar atenção vai ver e ouvir diversas espécies de pássaros cantando e voando.

Se você continuar toda vida em frente vai chegar na praia, que pra sua surpresa (ou não) será de pedrinhas e não de areia. Isso irrita um pouco depois de algum tempo caminhando nas pedras, mas você pode ir pelo outro lado e não passar pela praia se não quiser.

Chegando na praia você já consegue ver a primeira falésia enorme, linda e branquinha. Você vai subir tipo um monte (essa parte escorrega um pouco) e vai começar a caminha no topo dessa primeira falésia e vai seguir sem frente toda vida num gramado verdinho e assim que chegar ao topo já vai conseguir ver as outras seis irmãs dessa falésia.

Se você girar 360 graus vai ver uma paisagem diferente em cada canto: as 7 falésias, o mar, o gramado, a praia, outra trilha, uma casinha, etc. Ahhh! Chegando na praia você pode tanto fazer como eu e ir direto pro topo da primeira falésia à sua esquerda se você estiver olhando pro mar. Ou você pode ir pra sua direita, se você estiver olhando pro mar, e parar pra tomar um chocolate quente ou uma cerveja num pub que tem em cima do monte que dá uma vista linda pras 7 falésias. Infelizmente não fomos nesse pub, mas as pessoas super recomendam fazer essa parada.

Você pode seguir por toda a trilha e vai encontrar diferentes ângulos pra ver as falésias, quanto mais adiante você anda menos das 7 falésias juntas você vê. Mas, eu acho que deve valer muito a pena fazer toda trilha (4 horas ida e 4 horas volta mais ou menos) pra ver cada uma das falésias de perto, porque é realmente encantador ver o quão pequeno você é em meio àqueles penhasco/falésias gigantescas.

Então, minha recomendação é tirar um dia inteiro pra curtir as Seven Sisters com muita calma pra apreciar e sentir a paz daquele lugar. Se puder, leve uma toalha ou canga e sente por alguns minutos pra admirar o visual e também pra sentir o vento no seu rosto com aquele cheirinho de maresia. Não preciso nem dizer que o pôr do sol lá deve ser sensacional, né?

Seven Sisters na Inglaterra: como chegar o que fazer
Seven Sisters

Vamos agora às dicas práticas das Seven Sisters na Inglaterra!


  COMO CHEGAR NAS SEVEN SISTERS:

Você pode ir de trem ou ônibus saindo de Brighton. Fomos de ônibus e pagamos 7,00 libras cada um (ida e volta). Você pode comprar o ticket do bus direto com o motorista. Os números dos ônibus que vão pra Seven Sisters são: 12, 12A e 12X e estão indo em direção à Seaford.

Os ônibus são da empresa Coaster (são verdes e azuis de dois andares) e passam de 10 em 10 minutos. Tem vários pontos no centro, alguns são esses: Western Road, North Street e Sea Life Centre.

O trajeto de Brighton até as Seven Sisters dura em torno de 55 minutos e as paisagens até lá são maravilhosas. ⠀


 COMO CHEGAR EM BRIGHTON SAINDO DE LONDRES:

TREM

O jeito mais rápido e fácil de ir de Londres para Brighton é de trem e, acredite se quiser, às vezes sai mais barato do que ir de ônibus. O trajeto de trem dura em torno de 1 hora e a viagem é super tranquila.

OBS: Os trens que saem da estação St Pancras International levam em torno de 1h30min pra fazer o trajeto até Brighton, mas em geral o trajeto dura 1 horinha.

Você pode conferir os horários dos trens e os preços dos bilhetes no site da TrainlineEsse site é ótimo, porque te mostra não só os valores mais baratos dos trens e os horários, como também compara com os valores dos ônibus.

São várias as estações de trem em Londres que fazem serviço para Brighton, mas as principais são: London Blackfriars, London Bridge, London Kings Cross, London Paddington, London St Pancras International e London Victoria.

ÔNIBUS

Outra opção super atraente e barata é fazer a viagem de Londres até Brighton de ônibus. O trajeto dura em torno de 2 horas (o ônibus mais rápido), mas tem ônibus que faz várias paradas e o trajeto pode durar mais de 3 horas (preste atenção nos horários que você vai comprar o bilhete).

A companhia de ônibus que faz viagens por toda Inglaterra é a National Express e você pode comprar as passagens pela internet ou diretamente no guichê da rodoviária (London Victoria Coach Station).


ONDE COMEÇA A TRILHA DAS SEVEN SISTERS NA INGLATERRA:

Você desce no ponto “Seven Sisters” que o ônibus anuncia, lá você encontra um centro de informações e pode ver um mapa com várias trilhas diferentes.

A trilha principal você faz em 4 horas cada trajeto (foi o que a moça da informação disse). Mas, na metade de caminho já dá pra ter um visual incrível e se você não quiser fazer ela toda dá pra ver os penhascos depois de 40 minutos de trilha (onde tiramos essas fotos).

Mas, você pode ir no centro de informações ao turista, que é exatamente onde você desce do ônibus, pra pedir um mapa e informações das trilhas e aí você vai poder escolher qual faz mais sentido pra você. Eles têm mapas gratuitos e pagos e também têm fotos das Seven Sisters dos mais diferentes ângulos que você pode perguntar como chegar ou que trilha fazer pra ver tal ângulo ou paisagem.

Tem gente que começa bem antes da onde começa a trilha principal, tem gente que começa na principal e quando chega na praia vai pra direita passeia por lá e depois segue todo caminho das falésias até a esquerda (de quem tá olhando para o mar) e tem gente que começa na trilha principal e quando chega na praia já vira pra esquerda pra começar a ver logo todas as falésias e caminhar no topo delas.

Por isso, não tem muito uma regra de que trilha você tem que fazer e sim ver o que você sente que gostaria de ver e apreciar. Eu, por exemplo, comecei na trilha principal, logo que eu saí do centro de informações ao turista e segui a trilha toda vida em frente e depois que cheguei na praia virei logo à esquerda e fiquei só na primeira falésia (uns 40 minutos de caminhada pra chegar lá), mas eu gostaria de ter feito pelo menos 3 ou 4 falésia porque acho que são paisagens bem diferentes. Quem sabe isso não é uma desculpa pra eu voltar lá, né? rsrsrs ⠀

Seven Sisters na Inglaterra: como chegar o que fazer


O QUE LEVAR: 

Na trilha tem alguns restaurantes localizados mais pro meio e final da trilha, então é recomendado que você leve água e uns snacks pro caminho.

É recomendado ir de tênis para fazer a trilha, já que a praia é de pedra (caso queira ir no mar) e tem algumas subidas que tem umas pedrinhas que escorregam.

Ahh! É bom alertar que durante a trilha você não encontra muitos banheiros, a não ser os dos restaurantes.


 ✏️ QUANDO IR VISITAR AS SEVEN SISTERS: 

Com certeza entre a primavera e o verão, que são os meses de abril a início de setembro. Isso porque venta muito lá na região das Seven Sisters e como o mar tá bem ali os ventos são frios.

Não consigo imaginar fazer essa trilha num tempo chuvoso e frio (como é a maioria dos meses de outono e inverno na Inglaterra). A trilha é linda demais pra você fazer correndo ou reclamando do frio. Essa trilha é pra ser feita com calma e apreciada. É legal parar, sentar, curtir a paisagem e sentir paz de espírito com tudo que você está admirando.

Eu fui no finalzinho de abril de 2019 e peguei temperaturas entre 9 e 14 graus. Quando eu cheguei nas Seven Sisters o tempo estava nublado, ventando e bem frio. Depois de 1 hora mais ou menos o tempo abriu, as nuvens limparam todas e fez um sol lindo com direito à céu azulzinho, e só quando o sol saiu com tudo é que começou a esquentar um pouco.

Se você não se importa com chuva ou frio ou se tá indo preparado pro inverno europeu mesmo (com roupas e sapatos apropriados pro frio) aí é opção sua, mas esses tipos de paisagem natural são sempre mais bonitos com sol, né? Sei lá, essa é minha opinião, já que eu vi o visual das Seven Sisters nublado e com sol no mesmo dia e não preciso nem dizer que a diferença foi absurda, né? rsrsrsrs


ONDE SE HOSPEDAR: 

Como eu disse, ficamos hospedados em Brighton e fizemos um bate e volta até às Seven Sisters. Eu achei muito de boa fazer o trajeto de ônibus, que passa a cada 10 minutos e dura em torno de 55 minutos de Brighton até o início da trilha das Seven Sisters.

Por isso, eu recomendo que você faça o mesmo e se hospede em Brighton. Além de você curtir as Seven Sisters (num bate e volta) vai ter a oportunidade de conhecer e se apaixonar pela vibe vintage da cidade de Brighton. Eu escrevi um artigo contando tudo que você pode fazer em Brighton em 1 dia de passeio pela cidade e recomendo que você dê uma lida pra se inteirar dos principais pontos turísticos que ficam bem próximos uns dos outros e você pode fazer tudo andando.

Ficamos hospedados em um hostel bem fuleiro que fica em cima de um pub (bar). Como eu sempre compartilho as minhas experiências com muita transparência, preciso ser sincera e não recomendar o hostel: “The Kings Arms”. Eu reservei ele pelo Booking.com (site que eu sempre reservo meus hostels). Eu geralmente reservo só hostels com pontuação acima de 7 no Booking, mas como a localização era maravilhosa (5 minutos do Brighton Palace Píer) resolvi reservar ele mesmo (apesar da pontuação ser 6,3).

As únicas coisas positivas desse hostel foram a localização incrível e o preço barato (15,00 libras cada um por noite num quarto privado), ele realmente fica perto de tudo, mas no quesito limpeza das áreas comuns (banheiros, chuveiros e lockers) deixou muito a desejar. As roupas de cama estavam limpas, mas o quarto tinha um cheiro estranho (meio de velho ou mofado). Tinha muito barulho por conta do bar que fica embaixo do hostel e que fica aberto até às 23:00, então muitos hóspedes ficavam bebendo até tarde no bar e depois ficavam bêbados fazendo barulho nos corredores.

Outra coisa não muito legal foi que a gente compartilhou banheiro e chuveiro – até aí sem problema nenhum (eu, como viajante, tô acostumada a compartilhar banheiro) – e só tinham 3 banheiros e 2 chuveiros pra todos os hóspedes. Isso não chegou a ser um problema, já que eu e Mark saíamos muito cedo e voltávamos relativamente cedo, enquanto as outras pessoas saiam mais tarde e voltavam bem mais tarde, mas acredito que isso deva ser um problema na alta temporada com todos os quartos cheios.

Compartilhei a minha experiência negativa nesse hostel, mas isso não significa que todos os hostels sejam assim, pelo contrário, a maioria dos hostels são muito bons e eu amo usar o Booking.com pra reservar as minhas hospedagens quando eu viajo. Por isso, fiz questão de procurar alguns hostels bem recomedados no site! Não consigo dar minha opinião sobre a estadia e o serviço, porque infelizmente eu não entrei pra ver, mas estou recomendando baseado nas recomendações, localização e fotos:

– YHA Brighton 

– Baggies Backpackers 

– Kipps Backpackers Brighton 

– Smart Brighton Beach 

– Smart Sea View Brighton 

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

DICA DE OURO: Existe uma aba no blog chamada “ROTEIROS GRATUITOS” e lá você pode baixar todas as planilhas que eu tenho de roteiros de viagem. É tudo gratuito e você encontra na planilha não só dica de lugares pra visitar, como também dicas de transportes, hostels e gastos.

Espero que esse post tenha sido útil e se você conhece alguma pessoa que precisa ler isso, compartilha o link com ela!

Ahh! Não esquece de me seguir no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar as minhas aventuras!

Até a próxima!

Beijos,

Mary 

 

Gostou das dicas do blog?

Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

Os links do Vida Mochileira são de serviços que eu mesma uso e recomendo:

– Worldpackers ($10 dólares OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRAWP): Worldpackers
– Hospedagem: Booking.com, Airbnb
– Seguro Viagem (5% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA5): Seguros Promo
– Chip de Internet (10% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA10): Chip de Internet Yes Brasil
– Aluguel de carro: Rentcars
– Consultoria de viagens comigo: vidamochileira@gmail.com
– Passeios no Atacama, Salar de Uyuni e Santiago (10% OFF VIDAMOCHILEIRA10): @fuigosteitrips

Muito Obrigada! Me segue também no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar minhas aventuras!