Roteiro completo do mochilão Bolívia, Chile e Peru

Santa Cruz de la Sierra
A viagem de La Paz pro Brasil [Cap.25]
22 de fevereiro de 2017
Bangkok HOME
Check-list do que levar pra Tailândia
25 de março de 2017
 
PARAAAA TUDO que nesse post tem tudo (EU DISSE T-U-D-O) que você precisa saber pra fazer seu mochilão pela Bolívia, Chile e Peru!

Esse é um guia completo de tudo que eu precisei saber antes de fazer a minha viagem e de tudo que eu vivi nela! Devora esse post do início ao fim que tu vai ficar super mega hiper preparado(a) pro teu mochilão!!!

Como eu percebi que mó galera tá planejando um roteiro de mochilão pela América Latina bem parecido com o meu, mas tem preguiça ou não tem tempo mesmo de ler todo relato de 25 capítulos (caprichei nos detalhes do diário de viagem. Você pode ler tim tim por tim tim se quiser. É só clicar aqui e acompanhar todos os perrengues e experiências maravilhosas que eu e meus amigos vivenciamos), decidi fazer um resumão da viagem num só capítulo. Uhuullll!

Preciso frisar que eu compilei todas essas informações numa planilha super detalhada que você pode baixar aqui, imprimir e levar pro seu mochilão feliz e contente! Eu mesma levei essa planilha pra minha viagem e me ajudou muito em termos de negociação de valores em hostels e passeios, já que fechamos tudo na hora!

OBSERVAÇÃO MUITO IMPORTANTE: Os valores da planilha estão em DÓLAR. Se por acaso você baixar a planilha e aparecer o símbolo do real, ignora. Não sei por que algumas pessoas baixam a planilha normal com o símbolo do dólar e outras baixam a mesma planilha, mas aparece o símbolo do real (deve ter alguma coisa a ver com a versão do Excel, sei lá... Devo tá falando mó merda). Enfim, considere os valores principais da planilha em DÓLAR, ok?

OBSERVAÇÃO MUITO IMPORTANTE 2: Eu fiz esse mochilão em Abril de 2016, então coloque uma margem extra de pelo menos 100,00 dólares no valor final do seu roteiro, porque o preço das coisas sempre sobe de ano em ano.

Se mesmo assim der merda e você ficar perdido, me manda um direct no Instagram @vidamochileira ou um email (contato@vidamochileira.com.br) que eu te ajudo a entender a planilha.

Vamos por partes!

Essa viagem com certeza absoluta vai ficar no Top 5 das melhores viagens da minha vida!

Quantos lugares incríveis a gente conheceu, quantos amigos maravilhosos a gente fez, quantas fotos maravilhosas nós tiramos e quantas memórias inesquecíveis nós guardamos!
 
COMO PLANEJAR O SEU ROTEIRO
A melhor forma de organizar o seu roteiro é desenhar e pesquisar! Não tô de sacanagem! Eu mesma fiz uns 10 ou 15 mapas de possíveis trajetos e pra cada mapa eu pesquisava as passagens de deslocamento entre cada lugar. No final, eu tinha várias opções de trajetos com valores finais diferenciados.

Geralmente nessa parte de planejamento eu uso um caderno ou folhas de ofício, canetas coloridas pra marcar os trajetos em cada país e abro vários sites diferentes de pesquisa de passagens. Os que eu recomendo fortemente por compilarem valores de várias companhias diferentes e ainda mostrarem um panorama geral são: Skyscanner e eDreams pra passagens aéreas e Rome2rio pra passagens de ônibus, barco entre outras. Óbvio que sempre rolam várias pesquisas intensas no Google também, mas isso geral já faz, né?

Ahhh!!! DICA: Por mais barato que você ache uma passagem num desses sites de busca generalizada que mostram os preços de várias empresas ao mesmo tempo, não é aconselhado comprar diretamente por eles porque rola uma comissão que é embutida no valor final. O que é recomendado fazer é achar nesses sites a companhia que oferece o melhor preço e depois ir direto no site da companhia. Tendeu?

Nesse roteiro específico de mochilão, vocês precisam se preocupar com uma coisa muito importante além do valor final da viagem: ALTITUDE!

Li dezenas de relatos onde as pessoas passavam muito mal por causa da altitude a acabavam perdendo um ou dois dias de cama. Por isso, decidimos começar por Santa Cruz de La Sierra, partindo para Sucre e logo depois para o Uyuni para irmos nos aclimatando com a mudança brusca de altitude.

O meu roteiro fez total sentido pra mim porque além de ir me aclimatando com a altitude, ainda fizemos um roteiro em forma de ciclo o que nos fez seguir sempre em frente em vez de fazer o que algumas pessoas fazem que é ir e vir em zigue zague aleatoriamente.

Então, fica a dica! Desenhe muito, pesquise e leia muito antes de comprar suas passagens!

Quando você finalmente encontrar o roteiro que quer fazer (dias em cada lugar e rota), pesquise os valores e a viabilidade dos transportes entre cidades (joga no Google mesmo que ele te dá opções de sites de companhias de ônibus que fazem o trajeto que você quer ou usa o aplicativo Rome2rio pra ter uma noção de deslocamento e valores). Às vezes a gente cria uns roteiros na nossa cabeça, mas nem sempre eles são viáveis.

Uma vez que você tenha checado a viabilidade e os valores de todos os transportes da viagem pra saber se o planejamento está dentro do seu orçamento, você compra as passagens que precisam ser compradas com antecedência pra já garantir.

Depois que você resolver a parte dos transportes, pesquise os hostels que você quer ficar pra ter todos os endereços anotados, pra não ter que ficar que nem uma barata tonta durante a viagem indo de hostel em hostel aleatoriamente.

Depois de ver a questão dos transportes e hospedagem, você vai pra parte dos passeios! Pesquise todos os passeios que você quer fazer nos lugares que você tá pensando em ir e liste de forma que te facilite na hora de fechar eles durante a viagem! Eu curto muito planilha (já deu pra perceber, né?), mas você pode fazer do jeito que quiser, o bom é anotar os passeios e os valores pra ter uma noção na hora de barganhar desconto!

fundo parallax

Depois de tudo organizado e planejado é hora de relaxar e contar os dias pra viagem! Uhulllll!!!!!

 
VACINAS
A vacina contra febre-amarela é obrigatória, por lei, para entrar na Bolívia e no Peru (apesar deles cagarem baldes pra isso, ninguém pediu pra ver nosso cartão de vacinação).

Se você já tomou essa vacina nos últimos 10 anos, ela ainda é válida e você só precisa ir a um posto de saúde que emita o Certificado Internacional. Se não, você se informa dos horários do seu posto de saúde, toma a vacina na hora e pede o Certificado Internacional (verifique se o posto que você está indo emite o certificado. Eu fui em um que me deram a vacina e 5 minutos depois já me deram o certificado).

Essa vacina precisa ser tomada com pelo menos 10 dias de antecedência da sua viagem e você precisa ter o Certificado Internacional pra viajar!

VISTO
Quem é brasileiro não precisa de visto pra entrar na Bolívia, Chile ou Peru. Por causa dos acordos divos do MERCOSUL ficamos isentos de visto para permanência de até 90 dias! Se você for ficar mais do que 90 dias num desses países é bom se informar melhor porque vai precisar de visto sim!

 
O QUE RESERVAR COM ANTECEDÊNCIA
Muita gente me manda mensagem me perguntando sobre o que deve ser reservado com antecedência pra esse tipo de mochilão e vou confessar que também foi uma das minhas maiores dúvidas quando planejei o meu roteiro, porque sempre fui de deixar absolutamente tudo planejado e reservado e a ideia de sair viajando a lá caralho me incomodava bastante.

Depois de ler muito decidi arriscar e ser vida loka! Fomos com o básico do básico reservado e vou dizer pra vocês aqui o que eu acho fundamental reservar com antecedência:

1- Seguro Viagem: Importante ter um seguro viagem que cubra pelo menos o básico numa viagem em caso de emergência. Esses países são bem precários e com toda mudança de altitude e culinária diferente você pode acabar tendo que pedir alguma ajuda médica. O seguro saúde de viagem é aquele negócio que você tem pra caso dê merda, mas você torce pra nunca nem precisar usar.

2- Passagem Brasil X Santa Cruz de la Sierra | Santa Cruz de la Sierra X Brasil: Compramos a passagem de ida e volta pelo mesmo lugar porque saiu mais barato e precisávamos voltar no dia 24/4 de qualquer forma então não quisermos arriscar, mas você pode ver a melhor forma de organizar seu voo de ida e de volta.

3- Passagem Amaszonas de Santa Cruz de la Sierra X Sucre: Tínhamos a missão de fazer uma maratona até o Uyuni no primeiro dia e como nosso roteiro tava mega apertado não podíamos correr o risco de não ter lugar no voo, então compramos essa passagem com antecedência do Brasil mesmo.

4- Reserva do bilhete de Machu Picchu: Quem vai só para o Parque de Machu Picchu tem mais flexibilidade quanto às datas, porque tem muito mais vagas disponíveis. Quem deseja fazer uma das duas montanhas que rodeia Machu Picchu (Montaña ou Huayna Picchu), precisa correr e reservar seu ingresso com pelo menos um mês e meio de antecedência, isso porque as vagas são limitadas em dois horários (7-8h | 10/11h) com grupos de 200 pessoas em cada.

Então, se você já tem ideia do dia que quer ir ao Machu Picchu e planeja subir uma das duas montanhas corre no site e veja se ainda há disponibilidade para essa data e já reserva logo. Você pode ver no site oficial (www.machupicchu.gob.pe/) que é mais barato ou nos sites afiliados que são um pouco mais caros (www.ingressomachupicchu.com/ e https://www.ticket-machupicchu.com/).

Fizemos uma reserva pelo site oficial pra garantir nossos lugares, mas não pagamos pela reserva. Então, quando chegamos em Cusco pra de fato comprar nossos ingressos, acabamos nem apresentando a reserva porque tinha lugar de sobra pra Machu Picchu, mas os ingressos pra Montanha e Huayna Picchu já tinham esgotado há dois meses. OBS: Eu não sei se essa parada de reservar e não pagar ainda rola, porque mudaram o site e talvez tenham mudado as regras também, mas não custa nada tentar, né?

5- Ônibus de Sucre pro Uyuni: Essa foi a parte mais tensa da viagem em termos de vida loka, porque são apenas dois ônibus que saem de Sucre pro Uyuni à noite e geralmente tem uma porrada de mochileiro que disputa vaga nesses ônibus, porque a ideia é chegar em Uyuni e já começar o tour pelo Salar de Uyuni pra não perder tempo de viagem.

Nós não reservamos com antecedência esse ônibus e quase nos fudemos bonito (perderíamos um dia e meio do nosso planejamento se não conseguíssemos pegar o ônibus da noite pro Uyuni), mas no final deu tudo certo! Mas, o sufoco que passamos até comprarmos de fato a passagem eu não desejo pra ninguém, então aqui vai o site da Tickets Bolivia pra você garantir teu ônibus sem ter que se stressar!

6- OPCIONAL - Tour do Salar de Uyuni com a Esmeralda Tours: Reservamos com a Esmeralda Tours com antecedência porque eu queria negociar o valor sem ter um monte de mochileiros em volta (não queria assustar a senhora pedindo desconto e depois mó galera pedindo também). Além do que, queria muito fazer com eles porque li diversos relatos falando bem deles e não queria correr o risco deles estarem lotados. A Esmeralda Tours é uma das únicas companhias que param no Salar de Uyuni para ver o pôr do sol.

O que não falta no Uyuni é opção de empresa pra fazer o tour de 3 dias por lá. Empresas ainda mais baratas que a Esmeralda, mas eu li vários relatos que citavam ela e decidi não arriscar com outra empresa. Se você quiser resevar com a Esmeralda Tours também, segue aqui o email da Yaneth: esmeraldaivan@hotmail.com

Logo, hostels, ônibus e passeios a gente comprou tudo na hora. Tipo assim, chegava na cidade achava o hostel que a gente queria (a gente já tinha noção de todos os hostels que queríamos ficar, só não reservamos), depois ia na rodoviária e comprava a passagem pro próximo destino (importante comprar a passagem pro próximo destino assim que você chega numa cidade, porque corre o risco de não ter lugar e você ter que mudar seu planejamento) e aí depois ia nas agências de turismo locais e fechava os passeios tudo bem tranquilo.

EXEMPLO: Chegamos no Atacama fomos direto pro hostel que tínhamos em mente, fechamos as diárias, deixamos os mochilões no hostel e depois fomos direto na rodoviária comprar a passagem pra Arica. Depois disso a gente foi numa agência de turismo e fechou os passeios pros dias que ficaríamos no Atacama. Fez sentido? Basicamente fizemos esse processo todas as vezes que chegávamos numa nova cidade!

Me deu um certo medinho e muita insegurança viajar assim com a viagem meio em aberto (praticamente sem nada reservado), mas ao mesmo tempo me deu uma puta sensação de liberdade e flexibilidade, sabendo que eu poderia curtir como eu quisesse sem medo!

Você precisa ficar flexível pra mudanças de planos e de ideias ou, é claro, para os temidos imprevistos!
 
QUAIS DOCUMENTOS LEVAR
Pra você não ter qualquer imprevisto durante seu mochilão, é muito importante que você mantenha todos os seus documentos organizados e de preferência num lugar seguro. Eu coloquei todos os meus documentos dentro de uma pasta flexível e coloquei essa pasta dentro da minha mochila de ataque, já que nunca saia sem ela. Claro que meu passaporte e dinheiro iam comigo o tempo todo no money-belt.

DOCUMENTOS (guardar até o final da viagem):
• Passaporte ou Carteira de Identidade em BOM ESTADO;
• Cartões de embarque (GOL e AMASZONAS);
• Seguro Viagem;
• Carteirinha de estudante ISIC (se você tiver);
• Cartão internacional de vacina (ANVISA);
• Reserva do ingresso de Machu Picchu;
• TODOS os micro papéis, boletos e formulários de imigração que te derem durante a viagem guarde. Principalmente os papéis da imigração.

Vamos à explicação detalhada:

• Passaporte ou Carteira de Identidade em BOM ESTADO: Pra viajar pela América Latina você não precisa de passaporte por causa dos acordos do MERCOSUL. Se você é brasileiro você pode viajar na boa usando só seu RG, mas tem que tá em perfeito estado, válido e atualizado.

IMPORTANTE: Você não pode usar sua carteira de motorista como documento de viagem.

Como eu amo colecionar carimbos em passaporte, faço questão de viajar com meu passaportezinho e carimbá-lo o máximo possível. Inclusive no Machu Picchu eles oferecem um carimbo personalizado de lá pra você carimbar no seu passaporte ao lado dos carimbos de entrada e saída (você meio que imagina aonde eles vão carimbar rs) do Peru!

• Cartões de embarque: Guarde-os até o final da viagem, mesmo que já tenha realizado o voo.

• Seguro Viagem: Mesmo sendo a pessoa mais sortuda do mundo, faça um seguro viagem, você nunca sabe quando sua sorte pode acabar (nosssa fiz tipo um comercial da Bradesco Seguros agora, né? Rsrsrsrsrsrs).

Sem o seguro você vai pagar uma fortuna por qualquer emergência médica, então nem cogite em fazer uma economia burra, porque os seguros são relativamente baratos perto da segurança que você vai ter durante a viagem.

Eu fiz pela Mondial Travel, mas paguei um pouco mais caro (total: R$ 201,66) que meus parceiros de viagem, então faça diversas cotações e veja um que atenda às suas necessidades. Fechei com esse por ter sido indicado por vários mochileiros e curti o atendimento deles.

DICA: Algumas pessoas tem o serviço de Seguro Viagem incluso no cartão de crédito e pagam uma taxa para ativá-lo, veja se vale a pena no seu caso. Outras pessoas tem o Seguro Viagem embutido nos benefícios da empresa que trabalham, aí basta ativá-lo (na maioria das vezes é de graça). E ainda tem algumas pessoas que têm o seguro viagem incluído nos benefícios do plano de saúde normal (tipo Unimed, Amiu, etc), aí basta ativá-lo (na maioria das vezes, também, é de graça).

• Carteirinha de estudante ISIC (se você tiver): Se você for estudante, vale a pena tirar sua carteirinha internacional da ISIC, pois em muitos lugares e passeios você ganha bons descontos por apresentar essa carteirinha da ISIC. Alguns passeios no Atacama, por exemplo, aceitam carteirinhas normais de estudantes, mas no Machu Picchu, por exemplo, só te dão desconto com a ISIC. Clique aqui pra saber como tirar a sua.

O melhor desconto da ISIC é no Machu Picchu, porque você paga metade do valor. Em outros passeios você ganha pequenos descontos, sem ser metade do valor.

ATENÇÃO: Se você tem a ISIC e está acima da graduação, pode esquecer seu mega desconto no Machu Picchu. Eles só aceitam carteirinhas de graduação.

Se você tem a ISIC, mas é maior de 25 anos eles podem implicar (mas nunca se sabe quando). A Patrícia usou a dela em vários lugares de boa no Atacama, mas no Valle Sagrado em Cusco, implicaram!

Na hora da compra do ingresso pra Machu Picchu não implicaram com a idade dela, já que ela tinha a carteirinha da graduação. Já o Vagner que tem 25 anos não conseguiu o desconto de estudante no ingresso do Machu Picchu porque tinha carteirinha de Pós-graduação, mas conseguiu desconto de meia no boleto turístico de Cusco, onde a Patrícia não conseguiu porque tinha 27 anos. Olha que confusão! hahahaha

• Cartão internacional de vacina (ANVISA): A vacina contra febre-amarela é obrigatória, por lei, para entrar na Bolívia (apesar deles cagarem baldes pra isso, ninguém pediu pra ver nosso cartão de vacinação).

• Reserva do ingresso de Machu Picchu: Reservamos os ingressos de Machu Picchu pelo site oficial (http://www.machupicchu.gob.pe/). Veja bem, RESERVAMOS no site, mas não pagamos. Acredito que seja uma forma de segurar sua vaga pra aquele dia específico, mas no dia que fomos na Prefeitura acabamos nem mostrando a reserva e compramos direto o ingresso.

 
QUANTO LEVAR PRA GASTAR DURANTE O MOCHILÃO
No caso do meu mochilão de 23 dias pela Bolívia, Chile e Peru eu gastei $1.300,00 dólares durante a viagem e $ 1.900,00 dólares com T-U-D-O [PASSAGENS AÉREAS (todas) + TRANSPORTE + ALIMENTAÇÃO + HOSPEDAGEM + PASSEIOS + SEGURO VIAGEM + COMPRINHAS (ninguém é de ferro e tem sempre aquele “preciso levar uma lembrancinha pra fulano, não posso esquecer!”)]. Óbvio que a questão das passagens áreas é bem relativa devido ao seu ponto de partida e à antecedência que você compra suas passagens.

Nesse valor total, não estão inclusos os gastos que tivemos com a compra de acessórios antes da viagem (porque isso varia de cada um): toalhas de microfibra, casaco fleece, aquelas paradinhas (tipo uma palmilha) que colocamos dentro do tênis que esquenta durante 8 horas (Elisa usou e aprovou), meias para trekking (são mais grossinhas), etc.

Ah! Eu coloquei 20,00 dólares como extra pra cada país em caso de necessidade ou extravagância, tipo comprar lembrancinhas rsrsrsrsrsrs! Esses 60,00 dólares no caso (3 países x 20,00 dólares) já estão incluídos no valor total de 1.300,00 dólares de gastos durante a viagem!

ATENÇÃO: Alguns gastos da viagem foram divididos por dois, como galões de água, biscoitos, algumas refeições...

Se você for fazer o meu roteiro, eu recomendo levar em torno de 1.400,00 dólares pra usar DURANTE A VIAGEM, porque como os preços mudam de ano pra ano é sempre bom jogar uma margem de erro pra cima, né? Acho que uns 100,00 dólares a mais tá bom!

POR QUE LEVAR DÓLAR?
Levamos $ 1.300,00 dólares (os outros $ 600,00 dólares foram gastos já no começo quando compramos o seguro viagem e as passagens da GOL e da AMASZONAS) + R$ 300,00 reais.

Levei o real só por via das dúvidas, além do meu cartão Itaú internacional, que desbloqueei a opção viagem antes de ir pro mochilão. NÃO USEI NENHUMA DAS DUAS OPÇÕES! Na verdade, usei o cartão da Elisa pra comprar a passagem de La Paz para Santa Cruz de La Sierra, porque sabe lá Deus o motivo que o meu cartão não passou.

Li vários relatos onde as pessoas diziam que era melhor levar dólar do que o real. E de fato foi! O Arthur e o Vitor levaram só o real e tiveram problema pra trocar dinheiro no Chile. Eles tiveram que trocar o real para dólar e depois o dólar para peso!

Óbvio que também fizemos isso (no caso, trocamos real pra dólar no Brasil e depois dólar pra peso no Chile, por exemplo), mas a diferença foi que nego no Chile ofereceu o dólar a um valor muito abaixo do esperado e como não aceitavam real lá, os meninos tiveram que trocar e acabaram perdendo dinheiro nessa brincadeira.

O Dólar te dá mais poder de barganha e você não precisa se preocupar com as trocas de moeda ao longo da viagem.

DICA: Quanto maior e mais nova a nota do dólar melhor aceita ela é! Eu levei SÓ nota nova de $ 100,00 dólares e não tive nenhum problema pra trocar dinheiro, já o Vagner e a Elisa tiveram problema com algumas notas de $ 20,00 dólares.

COTAÇÕES DAS MOEDAS AO LONGO DA VIAGEM:
- 1 DÓLAR: R$ 3,54 reais
(Quando trocamos o dólar no Brasil tava R$ 3,76)
- 1 DÓLAR: Bs. 6,91 bolivianos (média durante a viagem - pegamos também 6,85 e 6,95)
- 1 DÓLAR: 668,00 pesos chilenos (média durante a viagem - pegamos também 670,00)
- 1 DÓLAR: 3,27 soles (média durante a viagem – pegamos também 3,36)

LEVAMOS NO MONEY BELT:
• $ 1.300,00 dólares
• R$ 300,00 reais (just in case)
• Cartão Itaú internacional
• Passaporte
O money belt é a parte mais importante da sua viagem. Nele está sua vida! Então, nunca tire ele de você, leve até pra tomar banho. Sério! Já vi gente ferrar a viagem toda porque foi furtado quando deu mole com o money belt.

 
EM QUE LUGARES TROCAR DINHEIRO E QUANTO TROCAR
Como você vai levar dólar e precisa ir trocando dinheiro durante a viagem, fiz uma planilha básica pra mostrar em que cidades trocamos o dólar e quanto trocamos. Eu não tenho o nome das agências onde fiz os câmbios, mas o segredo é pesquisar em, pelo menos, três agências diferentes a cotação do dia e trocar na que te oferecer a melhor cotação.

Nunca troque direto na primeira agência que você entrar, pesquise sempre! E uma boa dica é sempre dar uma conferida no aplicativo de cotação pra ver se a agência tá oferecendo um valor justo ou muito abaixo do esperado.

Segue abaixo a planilha:

 
 
 
APLICATIVOS QUE VÃO TE AJUDAR ANTES E DURANTE A VIAGEM
Skyscanner: aplicativo que busca passagens baratas em várias companhias ao mesmo tempo. Nesse app é possível colocar alertas que te mostram diariamente (via email) a mudança nos preços das passagens (tanto pra mais quanto pra menos).

eDreams: aplicativo que busca passagens baratas em várias companhias ao mesmo tempo.

Eu geralmente faço pesquisa nos dois aplicativos ao mesmo tempo (eles têm site também). Às vezes os valores batem, mas às vezes tem uma diferençazinha e aí é que é o pulo do gato! hahahahahaha

Rome2rio: esse aplicativo é muito foda! Ouvimos falar dele durante o mochilão e foi muito últil! Ele basicamente te mostra o tempo de deslocamento pro trajeto que você pesquisar e te apresenta uma média de valores pro transporte.

• Xe Currency: esse aplicativo é maravilhoso pra você não se perder nas conversões do câmbio de um país pro outro. Esse aplicativo funciona sem internet (o que é sensacional tendo em vista que internet é uma coisa rara durante essa trip). O macete tá em atualizar o app todo dia antes de sair do hostel pra você ter os câmbios atualizados durante o dia (quando tiver sem internet). Óbvio que se você tiver sem internet você vai converter normalmente, mas joga aí uma margem de erro pra mais ou pra menos, né?

• Google Trips: eu não cheguei a usar esse app durante essa viagem, mas descobri ele um tempo depois e é bem interessante porque te mostra indicações de restaurantes e de passeios pra fazer na cidade que você tiver.

fundo parallax

Baixe os aplicativos antes de começar a viagem e mantenha eles atualizados!

 
ROTEIRO DETALHADO EM DIAS
02/04 – Rio de Janeiro X São Paulo X Santa Cruz de la Sierra X Sucre X Uyuni
03/04 - Uyuni - Salar de Uyuni
04/04 - Salar de Uyuni
05/04 - Salar de Uyuni X San Pedro de Atacama
06/04 - San Pedro de Atacama
07/04 - San Pedro de Atacama X Arica
08/04 - Arica X Tacna X Arequipa
09/04 – Cañon Del Colca X Arequipa X Ica
10/04 – Huacachina
11/04 – Islas Ballestas + Paracas X Huacachina X Cusco
12/04 - Cusco
13/04 - Cusco – Valle Sagrado dos Incas
14/04 - Cusco X Águas Calientes
15/04 - Machu Picchu
16/04 - Águas Calientes X Cusco X Puno
17/04 – Puno (Uros) X Copacabana
18/04 – Copacabana x Isla Del Sol
19/04 – Isla Del Sol X Copacabana X La Paz
20/04 - La Paz - Downhill
21/04 - La Paz - Chacaltaya + Valle de la Luna
22/04 – Laz Paz – City tour
23/04 – La Paz – Tiwanaku
24/04 – La Paz X Santa Cruz de la Sierra X São Paulo X Rio de Janeiro


SOBRE O MOCHILÃO
Pra ler tim tim por tim tim sobre as diferenças nos tamanhos dos mochilões clique aqui e leia o post que fiz só sobre isso!

Mas, como esse post é pra ser um apanhado geral de tudo, vou me reservar a dizer que eu fiz essa viagem com um mochilão de 65L e foi super tranquilo. Além do mochilão é fundamental que você leve uma mochila de ataque!

A mochila de ataque é aquela mochila que você vai levar pra cima e pra baixo durante os passeios, com água, câmera, protetor solar, óculos de sol, às vezes luva, às vezes casaco... Você não precisa gastar dinheiro pra mochila de ataque. Ela precisa ser de qualidade, com um tamanho legal, mas não precisa ser FODA pra caraca!

Eu fui com a mochila que usava na faculdade (que por sinal tava com o zíper de um bolsinho quebrado rsrsrsrsrs #deimole). Era a mochila da Vans, tamanho normal de quando usávamos mochila pro ensino médio, sabe?

Diria pra você arrumar uma mochila um pouquinho maior que a da Vans e com todos os zíperes funcionando! Hahahaha

Tem duas partes da viagem que você vai precisar deixar seu mochilão no hostel e carregar só a mochila de ataque por dois dias! Por exemplo: quando você for pra Machu Picchu não tem necessidade de carregar o mochilão com você, principalmente se for fazer a trilha da Hidrelétrica (imagina carregar o mochilão ao longo de 12 km). Então, você deixa o mochilão no hostel sem qualquer valor adicional (eles já são acostumados com isso) e vai para Águas Calientes com a sua linda e bela mochila de ataque, chega no hostel em Águas Calientes e deixa tudo que não for preciso pra Machu Picchu no locker e sobe pra Machu Picchu com a mochila de ataque vazia só com água, snacks, seu passaporte, um casaquinho e uma capa de chuva (just in case).

Outro exemplo é quando você vai pra Isla Del Sol. O processo é o mesmo, deixa o mochilão no hostel e sai feliz e contente só com a mochila de ataque. O pulo do gato aqui é checar se seu hostel cobra ou não pra deixar o mochilão lá por um dia, se cobrar você já fecha o passeio da Isla de Sol pedindo pra agência guardar o mochilão de graça pra você. Como tem muitas opções de agência, todas guardam os mochilões de graça pra segurar os clientes que conseguem!

Então, eu recomendo que você leve uma mochila de ataque em bom estado, com um tamanho bom, mas não precisa ser aquelas mochilas profissionais fodarásticas não! Vamos economizar, né? Pega a mochila do teu irmão que tá no ensino médio ou da tua irmã que tá na escola e vê se dá pra você fazer de mochila de ataque pro teu mochilão!

PERGUNTA FREQUENTE:
Como despachar meu mochilão sem cadeado? Dá problema despachar o mochilão sem ter cadeado?

Como muita gente já sabe, a maioria dos mochilões não permite ser trancado com cadeado, porque a estrutura do fecho dele não tranca mesmo que você meta trilhões de cadeados.

Acho que os mochilões foram pensados pra viagens em um mundo ideal sem furtos, mas por incrível que pareça, sinceramente, eu nunca tive nenhum problema com isso e olha que já viajei pra caracaaaa... Deixava mochilão em hostel sem locker e voltava com tudo lindo e maravilhoso dentro do meu mochilão.

Óbvio que todo cuidado é pouco, mas isso não pode ser motivo de stress pra sua viagem! Pense dessa forma: a galera mochileira tem o mesmo objetivo que o seu - viajar e conhecer lugares. Por que cargas d’água eles iriam pegar suas coisas? A chance das suas coisas servirem nas pessoas que dividem o quarto com você não é tão alta. Então, relaxa quanto a isso!

Mas, dá sempre um medinho de despachar o mochilão no aeroporto, né?

Aprendi um truque com meu parceiro Rodrigo e rolou super de boa na ida, mas na volta não consegui fazer e foi tudo tranquilo também!

PASSO-A-PASSO:

- Vá ao mercado e compre aquele plástico filme que sua mãe usa pra guarda as comidas na geladeira (compre dois por via das dúvidas);

- Coloque a capa de chuva no mochilão pra proteger os fechos e os zíperes;

- Enrole o mochilão no plástico filme (tanto na horizontal quanto na vertical) como se não houvesse amanhã... Enrola mesmo, como se fossem aquelas máquinas caríssimas dos aeroportos, sabe?

- E despacha o mochilão na fé!

Funcionou tranquilo pra mim. Tudo bem que eu enrolei que nem a minha cara, então, já na hora de despachar, o plástico já tava saindo porque eu esqueci de enrolar nos dois sentidos (horizontal e vertical), aí na hora que fui tirar do carro já caguei a porra toda, mas me deu muito mais segurança pra despachar sabendo que tava com o plástico filme!

Na volta, não tive tempo de comprar o plástico, então mandei só com a capa de chuva mesmo e chegou são e salvo com tudo dentro!

Existem alguns mochilões, como o da Elisa (que na verdade nem era dela, era de um amigo), que têm uma capa que dá pra colocar o mochilão dentro e passar cadeado porque vem com dois zíperes. Mas, se você tem o mochilão comum como o meu, faz a parada do plástico filme que dá certo sim!

CHECK-LIST DO QUE LEVAR PRA VIAGEM
Grande parte das coisas pra viagem eu já tinha em casa e outras coisas como a toalha de microfibra (PRIMARK), as meias de trekking e a palmilha que esquenta o pé por oito horas (SPORT DIRECT) eu comprei na Inglaterra porque tava vindo de lá pro Brasil quando decidimos fazer o mochilão.

Um site muito útil que dizem ser bem barato e completo pra coisas de viagem é o Decathlon.

CLIQUE AQUI pra ver o check-list da minha viagem!

 
TRANSPORTES
Como eu disse antes, a maioria dos transportes a gente fechou na hora! Todos os ônibus foram comprados durante a viagem, mas eu indico fortemente comprar a passagem de Sucre pro Uyuni com antecedência.

Esse é um tópico muito relativo, porque já começa sendo diferente pra cada pessoa. Isso porque depende da onde você tá saindo e se conseguiu comprar a passagem com promoção ou não.

Por exemplo, eu comprei minha passagem de saída do Rio de Janeiro pra Santa Cruz de la Sierra com menos de um mês de antecedência e paguei uma fortuna! Já comecei a viagem gastando R$ 1.843,00 reais (o que na época dava 520,00 dólares). Se você conseguir uma mega promoção na sua passagem de saída e entrada do país que você mora já vai começar economizando!

Nós gastamos no total só com transporte: 878,61 DÓLARES

- 520,00 dólares (Passagem Brasil X Santa Cruz de la Sierra | Santa Cruz de la Sierra X Brasil)
- 152,33 dólares (Transporte na Bolívia)
- 45,11 dólares (Transporte no Chile)
- 161,17 dólares (Transporte no Peru)

Como vocês podem ver a maior facada foi na passagem de saída do Brasil. Então, se vocês tiverem pensando em fazer essa viagem, já começa a procurar desde cedo passagem aérea. Já vai no Skyscanner e coloca alerta pras datas que você tá pensando em ir e monitora as promoções.

Eu diria pra planejar sua viagem com, pelo menos, 3 meses de antecedência pra ter tempo de pesquisar bastante!

HORÁRIOS E VALORES DOS TRANSPORTES

• RIO 6:25 ---> SANTA CRUZ 13:10 [1.843,42 REAIS | GOL]

• SANTA CRUZ 16:10 ---> SUCRE 17:10 [53,14 DÓLARES | AMASZONAS]

• AEROPORTO SUCRE 17:40 ---> RODOVIÁRIA SUCRE 18:00 [5,00 BOLIVIANOS | TÁXI]

• RODOVIÁRIA SUCRE 20:00 ---> RODOVIÁRIA UYUNI 3:20 [70,00 BOLIVIANOS + 2,50 TAXA | 6 DE OCTUBRE ou 11 DE JULHO]

• SAN PEDRO DE ATACAMA 21:30 ---> ARICA 8:30 [25.800,00 PESOS | TURBUS]

• ARICA 8:50 ---> TACNA 8:30 [4.000 PESOS + 350,00 TAXA | TÁXI]

• TACNA 9:15 ---> AREQUIPA 16:00 [25,00 SOLES + 2,00 TAXA | MOQUEGUA]

• RODOVIÁRIA AREQUIPA ---> HOSTEL WILD ROVER [5,00 SOLES | TÁXI]

• HOSTEL WILD ROVER ---> RODOVIÁRIA AREQUIPA [5,00 SOLES | TÁXI]

• AREQUIPA 19:00 ---> ICA 5:35 [115,00 SOLES + 3,00 TAXA | CRUZ DEL SUR]

• RODOVIÁRIA ICA ---> HUACACHINA (HOTEL CASA DE ARENA) [5,00 SOLES | TÁXI]

• HOTEL CASA DE ARENA 21:00 ---> RODOVIÁRIA ICA 21:20 [5,00 SOLES | TÁXI]

• RODOVIÁRIA ICA 21:50---> CUSCO 15:00 [160,00 SOLES | CRUZ DEL SUR]

• RODOVIÁRIA CUSCO ---> HOTEL PARIWANA [5,00 SOLES | TÁXI]

• VAN CUSCO 7:30 ---> HIDRELÉTRICA DE SANTA TERESA 15:00 [65,00 SOLES | VAN DA EXPEDICIONES WAYNAPICCHU]

• ÁGUAS CALIENTES 5:30 ---> MACHU PICCHU 5:50 [12,00 DÓLARES | ÔNIBUS MACHU PICCHU]

• HIDRELÉTRICA DE SANTA TERESA 14:30 ---> CUSCO 21:00 [VAN DA EXPEDICIONES WAYNAPICCHU]

• HOTEL PARIWANA ---> RODOVIÁRIA DE CUSCO [5,00 SOLES | TÁXI]

• RODOVIÁRIA CUSCO 22:00 ---> PUNO 5:00 [65,00 SOLES + 1,30 TAXA | TRANSZELA]

• PUNO 14:00---> COPACABANA 17:00 [20,00 SOLES + 1,50 TAXA | TITICACA BOLÍVIA]

• COPACABANA 8:30 ---> ISLA DEL SOL (parte norte) 10:30 [20,00 BOLIVIANOS | BARCO]

• ISLA DEL SOL (parte sul) 10:30 ---> COPACABANA 12:00 [25,00 BOLIVIANOS | BARCO]

• COPACABANA 13:30 ---> LA PAZ 18:00 [25,00 BOLIVIANOS | DIANA TOURS]

• LA PAZ 7:30 ---> SANTA CRUZ DE LA SIERRA 8:30 [538,00 BOLIVIANOS | BOA]

• SANTA CRUZ DE LA SIERRA 13:50 ---> RIO GIG 20:40 [GOL]

OBS: Os gastos com táxi estão divididos por 2, ou seja, o valor total era em média 10,00 em todas as cidades que a gente foi (às vezes pode variar dependendo do taxista que você pegar).

Clique aqui pra baixar a planilha e ver os gastos de transporte em aberto no Excel.

ALIMENTAÇÃO
A nossa média de gasto com comida foi de 10,00 dólares por dia!

Óbvio que tinha dia que gastávamos bem menos e dia que gastávamos um pouco a mais, mas essa média de 10,00 dólares rolou super bem, inclusive porque tem dias que a comida tá inclusa em passeios aí você guarda os 10,00 dólares daquele dia pra luxar em outro dia gastando 12,00 dólares! Hahahahahaha

Essa média de 10,00 dólares vale pra quem não tem frescura de comer em pé sujo, porque comemos em cada restaurante... que só Jesus na causa!

Nessa viagem tem que se desapegar de limpeza em todos os sentidos, inclusive na questão alimentação rs! Se você acha que não vai querer comer em pé sujo é melhor colocar na sua planilha uma média de 15,00 dólares por dia pra ficar tranquilo!

HOSPEDAGEM
Como eu disse antes, todos os hostels a gente fechou na hora!

Nós gastamos no total só com hospedagem: 125,44 DÓLARES

Importante lembrar que no Tour do Salar de Uyuni a hospedagem já tá inclusa no valor do passeio, então eu não considerei esse valor no total da planilha de hospedagem.

Outra coisa legal de falar é que dá pra economizar bastante com hospedagem se você fizer seus deslocamentos longos entre cidades de ônibus, porque além de ganhar tempo na trip viajando à noite, você ainda economiza uma diária de hostel.

DICA QUENTE: Uma coisa que eu sempre faço na hora de reservar hostel ou de ver onde quero ficar é abrir o Google Maps e rastrear onde estão os hostels indicados por outros mochileiros na cidade tal. Aí eu abro uma outra aba na internet e pesquiso no Booking.com os hostels com os preços mais baixos (e com o mínimo de dignidade hahahaha) e jogo os endereços desses hostels baratos no Google Maps que tá mostrando a localização dos hostels indicados por outros mochileiros. A ideia é tentar ver se consigo um hostel mais barato perto da localização indicada!

Porque no final é tudo questão de localização. Se você não quiser ficar nos mesmos hostels que eu (curti todos os hostels que eu fiquei em termos de localização – foram todos muito bem localizados), abre o Google Maps e joga o meu hostel e depois pesquisa outros hostels que sejam perto do meu e vê onde você prefere ficar e qual vai te oferecer o melhor preço. Anota o endereço e deixa pra fechar a reserva quando você chegar lá!

Lista dos hostels que eu fiquei:

UYUNI: Hospedagem inclusa no passeio

ATACAMA: Atacama Roots [7.000,00 pesos a diária] – Condições meio precárias, mas bem localizado

AREQUIPA: Hostel Wild Rover [23,00 soles a diária] – Super indico

HUACACHINA: Hotel Casa de Arena [25,00 soles a diária] - Super indico

CUSCO: Pariwana Hostel [35,00 soles a diária] - Super indico

ÁGUAS CALIENTES: Hostel Supertramp [34,00 soles a diária] - Super indico

COPACABANA: Hostel Wara [30,00 bolivianos a diária] - Indico

ISLA DEL SOL: Hostel Jallállá [25,00 bolivianos a diária] - Super indico

LA PAZ: Muzungu [55,00 bolivianos a diária] – Nos trataram bem mal nesse hotel, mas é super bem localizado. Outra opção em La Paz é o Wild Rover, mas ele não fica no centro.

Obs: Os valores dos hostels são para quartos e banheiros compartilhados!

Clique aqui pra baixar a planilha e ver os gastos de hospedagem em aberto no Excel e ver o endereço dos hostels.

 
PASSEIOS
Como eu disse antes, todos os passeios a gente fechou na hora!

Segue abaixo a lista completa dos passeios que fizemos e os valores de cada um. Importante lembrar que esses valores podem sofrer alteração com o passar dos anos. Eu viajei em Abril de 2016!

Nós gastamos no total só com passeios: 526,40 DÓLARES

De qualquer forma eu indico baixar a planilha pra você ter todas essas informações no seu computador e imprimir se quiser. Clique aqui pra baixar a planilha!

SALAR DE UYUNI

[Valor total do passeio incluindo transfer até o Atacama 800,00 bolivianos]

1º DIA: Cemitério de trens, Colchani, Monumento do Dakar Bolívia / Monumento Las Bandera, Meio do Salar (fotos perspectivas), Incahuasi (Isla del Pescado - Bs. 30,00)

2º DIA: Mirante para observar o Volcán Ollague, Lagunas Altiplânicas, Laguna Cañapa, Laguna Hedionda (pausa pro almoço), Laguna Honda/Romadita, Deserto de Siloli (árbol de Piedra), Reserva Nacional Eduardo Avaroa (Bs.150,00) onde tem a Laguna Colorada

3º DIA: Geisers Sol da Mañana (frio -10ºC), Águas Termales, Deserto Salvador Dalí, Laguna Blanca, Laguna Verde, Vulcão Lincancabur

ATACAMA

1º DIA: Valle de la Luna, minas, Pedra três Marias, Valle de la muerte, Pedra do Coyote (pôr do sol) [7.000,00 pesos + 3.000,00 pesos taxa]

2º DIA: Toconao, Socaire (café da manhã), Piedras Rojas, Lagunas Altiplanicas (Miscanti e Miñiques), Salar do Atacama, Laguna Chaxa [30.000,00 pesos + 5.000,00 pesos taxa]

3º DIA: Vegas de Quepiaco (café da manhã), Monjes de la Pacana, Las Catedrales de Tara, Salar de Tara, Licancabur (fotos de longe) [40.000,00 pesos]

AREQUIPA

- Passeio de 1 dia pelos Canyon de Colca [45,00 soles + 40,00 soles taxa]

HUACACHINA

- Passeio de Buggy e Sandboard (começa às 16h) [44,00 soles]

PARACAS

- Passeio nas Islas Ballestas + Reserva Nacional de Paracas: El Candelabro de Paracas, Islas Ballestas, Reserva Nacional de Paracas, Playa Yumaque, Playa Roja, Playa Lagunilla [65,00 soles + 18,00 soles taxa]

CUSCO

- Valle Sagrado: Pisaq, Ollantaytambo, Chinchero [25,00 soles + Boleto Turístico de 130,00 OU 70,00 soles depende de quantos dias você vai ficar e do que você quer fazer]

MACHU PICCHU

- O ingressos de Machu Picchu se compra na Libreria del Ministerio de Cultura (Calle Casa Garcilaso, perto da Plaza Regocijo). Chegamos lá e foi muito tranquilo comprar na hora. Eu e Elisa já tínhamos a reserva que fizemos pelo site oficial de Machu Picchu (www.machupicchu.gob.pe/), mas na hora acabamos nem apresentando a reserva e compramos direto. [128,00 soles + 18,00 soles do guia]

PUNO

- Passeio para Ilha de Uros (começa às 8:30) [35,00 soles]

ISLA DEL SOL

- Travessia da Isla del Sol - Procurar "A PRAIA" quando estivermos perto do "El Labirinto" para tirarmos fotos FODAS! VER O NASCER E O POR DO SOL [10,00 bolivianos do guia]

LA PAZ

1º DIA: Downhill pela Death Road [350,00 bolivianos + 50,00 bolivianos taxa]

2º DIA: Chacaltaya + Valle de la Luna [90,00 bolivianos + 30,00 bolivianos taxa]

3º DIA: City Tour guiado com Red Cap [20,00 bolivianos]

4º DIA: Tiwanaku [100,00 bolivianos + 80,00 bolivianos taxa]

 
ROTEIRO MASTIGADO - MEU MOCHILÃO DE ABRIL DE 2016
2 ABR | RIO SDU 6:25 ---> SANTA CRUZ DE LA SIERRA 13:10 (Fique atento para o despache de bagagens. Se você tiver conexão, certifique-se de que sua mala está indo no mesmo vôo que você. É comum malas serem extraviadas.)

2 ABR | SANTA CRUZ 16:10 ---> SUCRE 17:10
IMPORTANTE ATENTAR PARA MUDANÇA DE HORÁRIOS (VER EMAILS - Tem um café brasileiro que tem wifi de graça. Sente lá, atualize seus emails e avise sua família que você está bem)

2 ABR | AEROPORTO SUCRE 17:40 ---> RODOVIÁRIA SUCRE 18:00

2 ABR | RODOVIÁRIA SUCRE 20:00 ---> RODOVIÁRIA UYUNI 3:20 (7 horas de viagem)
TOME ASPIRINA E DIAMOX ou SOROCHE PILLS (remédio para mal de altitude) ANTES DE IR PRO UYUNI

3 ABR | Tour do UYUNI (3 dias e 2 noites) fechado com a Yaneth da agência Esmeralda Tours
(café da manhã, almoço, jantar e hotéis incluídos)

Reservar Bs. 200,00 para os passeios no Salar de Uyuni e levar 5 litros de água por pessoa + biscoitos

3 ABR | UYUNI 10:00 ---> SALAR DE UYUNI
(Cemitério de trens, Colchani, Monumento do Dakar Bolívia / Monumento Las Bandera, Meio do Salar (fotos perspectivas), Incahuasi (Isla del Pescado - Bs.30,00)

4 ABR – SALAR DE UYUNI | Café da manhã às 7:00 -Van sai às 8:00
Mirante para observar o Volcán Ollague, Lagunas Altiplânicas, Laguna Cañapa, Laguna Hedionda (pausa pro almoço), Laguna Honda/Romadita, Deserto de Siloli (árbol de Piedra), Reserva Nacional Eduardo Avaroa (Bs.150,00) onde tem a Laguna Colorada

5 ABR – SALAR DE UYUNI | Acordar às 4:00 da manhã - Van sai às 5:00
Geisers Sol da Mañana (muito frio), Águas Termales, Deserto Salvador Dalí, Laguna Blanca, Laguna Verde, Vulcão Lincancabur

Obs: Motorista da Van te deixa na fronteira com o Chile (separar a passagem pro Atacama que a agência deu no início do passeio no primeiro dia) - Apresente o passaporte e o bilhete da imigração na fronteira e espere o ônibus chegar (IMPORTANTE: Não pagar a taxa de Bs. 15,00 que vão tentar te cobrar na imigração. Apresente sua passagem e seu boleto de imigração e bata o pé dizendo que não vai pagar. Se precisar chame seu guia boliviano).

5 ABR - ATACAMA | Você chega no Atacama mais ou menos 13:00.
Adiante o relógio em uma hora e vá direto pro Hostel Atacama Roots [Rua Ignacio Carrera Pinto) - o hostel é bem Roots mesmo (tem muito gato aleatório pelos quartos e cozinha - ligue o foda-se porque tem muito gato e cachorro por toda a parte em San Pedro de Atacama), mas é barato, do lado da rodoviária e tem uma puta vista para o vulcão Lincancabur]. Feche os passeios do Atacama com a Dona Maria na agência Atacama Roots Expediciones/Towanda (peça desconto). A Dona Maria é dona do hostel e da agência!

Compre água, biscoito, frutas e chocolate para os passeios

5 ABR - ATACAMA | Tente tomar banho e almoçar (tem uns pés sujos bem baratos e muito bons atrás da feirinha da rua principal) - Van sai às 16h (Valle de la Luna e Valle de la murte)
Valle de la Luna, minas, Pedra três Marias, Valle de la muerte, Pedra do Coyote (pôr do sol)

Assim que chegar do passeio, vá pra rodoviária comprar a passagem pro dia seguinte para Arica às 21:30 (comprar trajeto direto)

6 ABR - ATACAMA | Acordar às 6:00 - Van sai às 7:00 (Lagunas Altiplanicas e Piedras Rojas)
O PASSEIO MAIS LINDO!

Toconao, Socaire (café da manhã), Piedras Rojas, Lagunas Altiplanicas, Salar do Atacama, Laguna Chaxa

7 ABR - ATACAMA | Acordar às 7:00 - Van sai às 8:00 (Salar de Tara)
Vegas de Quepiaco (café da manhã), Monjes de la Pacana, Las Catedrales de Tara, Salar de Tara, Licancabur (fotos de longe)

Você chega em San Pedro às 18h. Jante, tente tomar banho de graça (sempre avise quando entrar no hostel que no último dia você vai precisar tomar banho depois do check-out) e vá para rodoviária pegar o ônibus das 21:30 para Arica.

8 ABR - ARICA | Você chega em Arica por volta das 8:30 da manhã
(San Pedro de Atacama x Arica = 11 horas de viagem).

Tem duas opções para chegar em Tacna (Peru - vai passar pela imigração):
A- ÔNIBUS: 2.000 pesos por pessoa
B- TÁXI DE DENTRO DA ESTAÇÃO (tem uma rodoviária pequena do lado da rodoviária que você desce): 4.000 pesos por pessoa para 5 passageiros (os taxistas, às vezes, esperam encher os 5 passageiros).

AMBAS AS OPÇÕES PRECISAMOS PAGAR TAXA DE EMBARQUE DE 350,00 PESOS POR PESSOA (optar pelo táxi - MAIS RÁPIDO)

8 ABR - TACNA | Você chega em Tacna 1:40 hora depois de ter saído de Arica (contando o tempo que perde na imigração).

AJUSTE O RELÓGIO PARA DUAS HORAS A MENOS QUE NO CHILE!

Na rodoviária de Tacna, comprar passagem de ônibus para Arequipa (comprar no guichê e não com os cambistas).

8 ABR - TACNA | TACNA 9:15 ---> AREQUIPA 16:00 (7 horas de viagem)

Você chega em Arequipa às 16:00, pega um táxi até o Hostel Wild Rover (hostel de festa e zoeira).

FECHE O TOUR DE 1 DIA PELOS CANYONS NUMA AGÊNCIA DE TURISMO ASSIM QUE CHEGAR NO CENTRO (fizemos com a Pacha Travel Adventure, mas todas são bem iguais) - o tour de 2 dias é FODA DEMAIS, no entanto é preciso ter o mínimo de preparo físico para descer 15 km no primeiro dia e subir 4 km no segundo dia. O segundo dia é bem difícil devido ao trajeto SÓ de subida na altitude. Se fizer o passeio de 2 dias, suba devagar, mas não pegue mula para subir (o índice de acidentes é bem alto).

Coloque suas roupas para lavar e saia para jantar.

COMPRE A PASSAGEM PARA ICA SAINDO ÀS 19:00 NO DIA 9/4 (você pode comprar na rodoviária ou em agências pelo centrinho mesmo - preços tabelados)

VISITAR EM AREQUIPA: Plaza de Armas e Catedral.

TROCAR EM AREQUIPA GRANDE PARTE DO DINHEIRO PARA O RESTO DA VIAGEM NO PERU (MELHOR CÂMBIO)

9 ABR - AREQUIPA | Passeio pelos Canyons.
O passeio começa de madrugada (por volta das 3h da madrugada) e volta para Arequipa às 17h

10 ABR - HUACACHINA | Saindo de Arequipa às 19h você chega em ICA às 5:35 da manhã
(10h30 minutos de viagem)

VÁ DIRETO PARA O GUICHÊ DA CRUZ DEL SUR COMPRAR AS PASAGENS PARA CUSCO PRO DIA 11/4 ÀS 21:50

Pegue um táxi da Rodoviária até Huacachica - Hostel Casa de Arena 1 (10min)

Feche o passeio de Buggy/Sandboard no próprio hostel para o mesmo dia às 16h para ver o pôr do sol do alto das dunas - FODA!

Vá pesquisar os preços do passeio das Islas Ballestas + Reserva Nacional de Paracas nas agências da rua (fechamos com o hostel e acabamos pagando mais caro. Pagamos 90,00 soles, mas você consegue encontrar por 65,00 soles chorando um mega desconto). Feche esse passeio para o dia 11/4.

11 ABR - PARACAS | Acordar às 5:30 - Van sai às 6:30.
Desça no porto e pague a taxa de embarque de 18,00 soles.
ENTRE NO BARCO E SENTE DO LADO ESQUERDO!!!
O passeio retorna à Huacachina às 16h.

Dá tempo de curtir mais um pôr do sol FODA do alto das dunas de Huacachina e depois ir de moto-táxi para a rodoviária pegar o ônibus para Cusco às 21:50 (o moto-táxi é de quatro rodas)

12 ABR - CUSCO | Você chega em Cusco às 15h e pega um táxi para o hostel Pariwana (curti muito esse hostel)
Procure a agência EXPEDICIONES WAYNAPICCHU (Samuel +51 984511511 whatsapp) para fechar os passeios:
1- Valle Sagrado de los Incas pro dia 13/4 (25,00 soles - guia + transporte)

2- Van para te deixar na hidrelétrica de Santa Tereza pra você fazer a trilha até Águas Calietes no dia 14/4 e te buscar no dia 16/4 na hidrelétrica (65,00 soles)

3- Guia para Machu Picchu pro dia 15/4 (18,00 soles)

4- Passagem para Puno pro dia 16/4 às 22h (65,00 soles) (comprar pela Transzela que geralmente atrasa um pouquinho e você fica mais folgado pra chegar na rodoviária depois da vinda de Machu Picchu). A van nunca tem uma hora exata pra chegar em Cusco. Saímos da Hidrelétrica às 14:40 e chegamos em Cusco às 20:30, mas a maioria das agência dizem que o horário de chegada em Cusco varia entre 21:00 e 22:00 (o que fode com o esquema do ônibus de Puno que sai às 22:00, né?). A parada é confiar e rezar pra dar tudo certo. O Samuel disse que seguraria o ônibus pra gente e foi por isso que fechamos o ônibus de Puno com ele!

NÃO FECHE O PASSEIO DE PUNO EM CUSCO. DEIXE PARA FECHAR O PASSEIO DE PUNO EM PUNO.

Ir na Libreria del Ministerio de Cultura de Cusco (Calle Casa Garcilaso, perto da Plaza Regocijo) e comprar os bilhetes pro Machu Picchu.

Depois que fechar todos os passeios, coma alguma coisa leve e saía para conhecer Cusco à noite (vale uma boatezinha)!

Para fazer os passeios em Cusco é preciso pagar o Boleto Turístico geral (válido por 10 dias - adulto: 130,00 soles | estudante: 70,00) OU parcial (válido por 2 dias consecutivos - 70,00 soles para todos - não tem pra estudante)

13 ABR - CUSCO| Acordar às 7h - Van sai às 8h (Valle Sagrado de los Incas)
Comprar Boleto Turístico em Pisaq (primeira parada)
Pisaq (foto com a Lhama por 2,00 soles), Sítio Arqueológico de Pisaq, Povoado de Urubanda (almoço não incluído no pacote), Ollantaytambo, Chinchero.
Chega em Cusco por volta das 19h, janta uma comida leve (amanhã você vai fazer uma viagem de van de 6 horas com curvas intermináveis) e saia para conhecer mais de Cusco!

IMPORTANTE: Deixar a mochila de ataque arrumada com tudo que você vai precisar para os 2 dias em Machu Picchu, pois os mochilões ficarão guardados no Hotel Pariwana (de graça).

14 ABR - CUSCO | Acordar às 6:30 - Van sai às 7:30 (dia da trilha da hidrelétrica)
Parada para o café da manhã às 10h. Próxima parada às 13:30 para o almoço.
A van te deixa na hidrelátrica de Santa Teresa por volta das 15h e você inicia a trilha de 2h30min pelos trilhos do trem.

A trilha é linear sem perigo e muito sinalizada. Siga os trilhos do trem com os outros mochileiros por aproximadamente 2h30min. No início da trilha, preste atenção nas placas indicando para você subir um caminhozinho de terra para passar pro triho de cima. Se você for direto pelo trilho debaixo vai encontrar um paredão sem saída e uma trilhazinha bem ruim pro trilho de cima, mas os dois caminhos dão no trilho de cima (seu objetivo). A segunda opção é mais complicada porque não tem um caminho bem marcado pra seguir.

14 ABR – ÁGUAS CALIENTES | Você chega em Águas Calientes por volta das 17:30 e vai procurar o hostel Supertramp.
Tome banho e jante (comida leve - amanhã é dia de MACHU PICCHU)!
Depois do jantar, compre o ticket do ônibus para subir até Machu Picchu ($ 12,00 dólares) (subir de ônibus vale a pena pra você economizar energia para passear pelas ruínas de MP, mas não vale a pena pagar para descer - a trilha é bem tranquila).

15 ABR – MACHU PICCHU | Acordar às 4h - Pegamos ônibus às 5:30 (primeiro bus)
ENCONTRAR O GUIA QUE FECHAMOS COM A AGÊNCIA ÀS 7:30 (o guia vai no dia anterior no hostel explicar onde e que horas vão nos encontrar)

LEVAR COMIDA E BEBIDA (LÁ EM CIMA É TUDO MUITOOOO CARO) E CANGA PRA SENTAR PRA FAZER UM LANCHE.

O Parque de Machu Picchu fecha às 17h (você pode entrar e sair de MP até 3 vezes - o banheiro fica do lado de fora).

LEVE SEU PASSAPORTE PRA COLOCAR O CARIMBO DE MACHU PICCHU (fica lindo e é de graça - o carimbo fica na entrada)

Desça andando Machu Picchu por volta das 15h (cuidado para não voltar à noite, não tem iluminação na trilha), chegue no hostel, tome banho, jante (mantenha comida leve, amanhã tem mais 6 horas de van) e vá conhecer Águas Calientes!

16 ABR – ÁGUAS CALIENTES | Dia de voltar para Cusco e ir para Puno!
Acorde um pouco mais tarde (8:00) \o/, tome café da manhã e vá pra Hidrelétrica porque a van sai às 14:30! Então, é melhor almoçar lá perto da hidrelétrica mesmo com calma. Você chega em Cusco por volta das 20:30 / 21:00.

Pegue os mochilões no Pariwana, peça um sanduíche pra viagem e se der tempo, peça pra tomar banho de graça antes de ir pra rodoviária!

Pegue um táxi até a rodoviária e pegue o ônibus pra Puno às 22h (Peça pro Samuel da Expediciones Waynapicchu ficar em contato com o bus, caso a van atrase, ele pode pedir pra esperar mais um pouco até você chegar).

SE DECIDIR FICAR MAIS UM DIA EM CUSCO, BASTA SEGUIR EXATAMENTE O MESMO ROTEIRO, ADICIONANDO 1 DIA A MAIS. (VALE A PENA MAIS UM DIA EM CUSCO - PRA QUEM CURTE ESPORTES RADICAIS TEM O MAIOR BUNG JUMP DA AMÉRICA LATINA POR LÁ).
NO CASO, VOCÊ SAIRIA DE CUSCO NO DIA 17/4 E CHEGARIA EM PUNO DIA 18/4


17 ABR – PUNO | Você chega em Puno às 5:00.
Feche o passeio para UROS com as agências da rodoviária (35,00 soles). O passeio começa às 8:30 e acaba às 12h. COMPRE A PASSAGEM PARA COPACABANA na Titicaca Bolívia para às 14h. Os mochilões ficam na agência de turismo enquanto você faz o passeio para UROS.

17 ABR – COPACABANA | Você chega em Copacabana por volta das 17h e vai para o hostel WARA (barato). Jante e conheça Copacabana à noite (tente dar um pulo na Igreja, é bem bonita).

FECHE O PASSEIO PARA ISLA DEL SOL + A PASSAGEM PARA LA PAZ PRO DIA 19/4 ÀS 13:30 NA AGÊNCIA ANDES AMAZONIA (chore um desconto) IMPORTANTE: ARRUMAR MOCHILA DE ATAQUE PARA UM DIA, POIS OS MOCHILÕES FICARÃO NA AGÊNCIA DE TURISMO.

18 ABR – ISLA DEL SOL | Acordar 7:00 - Barco sai às 8:30 (DEIXE O MOCHILÃO NA AGÊNCIA).
Desça no lado norte (faça um walking tour com o guia) e vá descendo até o lado sul.
Chegando no lado sul, feche o Hostel Jallállá com visual para o mar pra ver o pôr e o nascer do sol.

19 ABR – ISLA DEL SOL | Pegue o barco na parte sul da Ilha às 10:30 (chegue cedo pra esperar o barco porque lota) e chegue em Copacabana por volta das 12h. Pegue os mochilões na agência, almoce ou peça um sanduba pra viagem e vá para "rodoviária" pegar o ônibus das 13:30 para La Paz.

19 ABR – LA PAZ | Você chega em La Paz às 18:00 e COMPRA AS PASSAGENS PARA SANTA CRUZ DE LA SIERRA PRO DIA 22/4 ÀS 17H (esse é o jeito mais barato, mas você pode ganhar um dia se for pra Santa Cruz de avião pela BOA ou AMASZONAS, é um pouco mais caro, mas você economiza horas e horas dentro de um bus numa das estradas mais perigosas da Bolívia - OPTAMOS PELO AVIÃO e compramos a passagem quando estávamos em Cusco).

Tente achar um hostel bom e barato pelo centro. O Wild Rover é bom, mas é um pouco afastado do centrinho. Ficamos no Muzungu que é super bem localizado, mas vale mais a pena pra quem vai em grupo e fecha um quarto junto, porque o hostel em si é bem bagunçado (digo o quarto compartilhado de 20 pesoas).

ASSIM QUE CHEGAR PROCURE A AGÊNCIA ARCO TRAVEL (Calle Sagarnaga Y Murillo, nº 213 segundo andar - dentro de uma galeria que tem crepes maravilhosos) PARA FECHAR OS PASSEIOS DOS PRÓXIMOS DIAS:
1- Downhill (20/4 - 350,00 bolivianos - pegue a bicicleta com suspensão traseira e dianteira)
2- Chacaltaya + Valle de la Luna (21/4 - 90,00 bolivianos)
3- Tiwanaku (22/4 - 180,00 bolivianos)

VOCÊ TEM QUE CHORAR UM MEGA DESCONTO - PODE CONSEGUIR OS TRÊS PASSEIOS POR 580,00 BOLIVIANOS JÁ COM AS TAXAS DO CHACALTAYA E VALLE DE LA LUNA INCLUÍDAS.

Depois que fechar os passeios, jante e conheça a cidade!

20 ABR – LA PAZ | Acordar às 6:30 - Van sai às 7:30 do hostel para o Downhill.
Café da manhã está incluso no passeio! Retorno do passeio às 19:00

21 ABR – LA PAZ | Acordar às 7:00 - Van sai às 8:20 do hostel para o passeio de Chacaltaya + Valle de la Luna.
Retorno do passeio às 16:00

22 ABR – LA PAZ | Acordar cedo, tomar café, conhecer o miradouro de Killi Killi (pegar um táxi Bs. 15,00), ir no teleférico (linha amarela é a melhor BS 6,00 ida e volta) e fazer o City Tour em inglês pela Red Cap (todos os dias às 11h ou às 14h na Praça San Pedro). É só chegar e procurar a galera com boné vermelho da Red Cap, não precisa reservar. O city tour dura 2h30 minutos e é muito legal e animado e você paga 20,00 bolivianos (o city tour mais barato).

23 ABR – LA PAZ | Acordar às 7:00 - Van sai às 8:20 do hostel para o passeio de Tiwanaku (pra ser sincera, não curti muito esse passeio não! Achei caro e sem muito o que ver! Óbvio que se você curte cultura e civilizações antiga vale super a pena. E, é claro, tem que dar sorte de pegar um guia bom. Pegamos um guia merda e ele explicou as coisas que nem a cara dele! Retorno do passeio às 16:30

24 ABR – LA PAZ | Acorde às 4:00 - Táxi chega às 5:00 e você precisa fazer check-in no aeroporto e despachar as malas até às 6:00.

OBSERVAÇÃO: QUANDO ESTIVER INDO PARA O AEROPORTO JÁ AVISE O TAXISTA QUE VOCÊ QUER TIRAR UMA FOTO DE LA PAZ DO ALTO. ELE VAI PARAR NUM PONTO ESTRATÉGICO PRA VOCÊ FAZER UMA PUTA FOTO DA CIDADE À NOITE!!!!

24 ABR – SANTA CRUZ DE LA SIERRA | SANTA CRUZ DE LA SIERRA 13:50 ---> RIO GIG 20:40

 
Se você ainda tiver alguma dúvida sobre a sua viagem, me manda um email (contato@vidamochileira.com.br) ou me chama no direct do Instagram pra gente bater um papo. Me segue lá pra ficar por dentro de todas as minhas dicas: @vidamochileira

Na planilha tem uma aba específica de todo o planejamento da minha viagem, como horários, empresas que eu fechei os passeios, endereços dos hostels. Enfim, tudo bem explicado e organizado.

A ideia da planilha é que vocês possam baixar e imprimir pra levar pra viagem! Baixe a planilha AQUI!

Eu espero que essas informações possam te ajudar a montar o seu roteiro e te inspirar a viajar cada vez mais!

Bora viajar mais e provar que todo mundo pode ter uma Vida Mochileira!!!!

Maryana Teles
Maryana Teles
Carioca, publicitária e apaixonada (digamos que, talvez, viciada) por viagens de estilo low cost. 25 países na bagagem e muitas histórias, micos, dicas e inspirações pra quem também vive (ou quer viver) uma VIDA MOCHILEIRA!
  • Zelinda Arêas

    Mary, que post incrível! Daqueles de imprimir e colocar numa pastinha. Amei as dicas e quase comprei a passagem… Apesar de que hoje o dólar está 3 reais (carinha pensante) hehehe
    Sigo namorando o seu roteiro, quero muito fazer esse ano 🙂

    • Vida Mochileira

      Owwwnnn sua linda! Muito obrigada pelo carinho!

      Ainda tô acrescentando mais informação….

      Compra logo essa passagem!!!!

  • Viviane Urata

    Oi Maryana. Adorei as dicas! Vou para o Atacama e Uyuni agora em março. Poderia me dizer qual agência ia fez os passeios no Atacama?

    • Vida Mochileira

      Oi Vivi!

      Fechamos os passeios com a Dona Maria – Atacama Roots, mas ouvi falar da Turismo Kaulles (Magaly).

      Que bom que curtiu as dicas!

  • Patrick Ribeiro

    Nossa, excelente postagem Maryana.
    Estive na Bolívia e Perú em novembro passado, e sempre gosto de reviver estes momentos…
    Ler este post me fez reviver minha viagem…
    Na postagem vc diz que essa viagem com certeza absoluta vai ficar no Top 5 das melhores viagens da sua vida. Gostaria de saber se já teve alguma outra viagem que te encantou de igual maneira…
    Abraços…

    • Vida Mochileira

      Oi Patrick! Tudo bem?

      Fico muito feliz de saber que você curtiu o post! o/

      Caraaaaa! É mega difícil de dizer, porque já fiz várias viagens, mas duas viagens que me marcaram tanto quanto esse mochilão pela América Latina foram as minhas viagens pra Grécia e Turquia (fiz num mesmo mochilão) e quando fui para Itália (conheci Roma e Veneza sou apaixonada por essas cidades) e Croácia (fiz num mesmo mochilão)!

      Essas duas viagens me marcaram pela riqueza cultural e pelas praias.

      Se quiser dicas, me chama lá no direct do Instagram @vidamochileira, tá?

      bjs

      Mary

  • Fabi

    Olá Mary, amando seu blog, cheguei aqui através do mochileiros.
    Estou indo agora em março, abril.
    Como vc conseguiu comprar a passagem pela Amaszonas? Tendo alguma dificuldade por aqui.
    Valeu.

    • Vida Mochileira

      Oiii Fabi!

      Opaaaa! Tu vai amar essa viagem!

      Então, tivemos dificuldades pra comprar também! Nosso cartão não passava de jeito nenhum e aí resolvemos apelar e pedimos o cartão internacional do tia da minha amiga! hahahahaha

      Basicamente a parada que EU ACHO (posso tá falando mó merda, tá?) que dá erro é porque a compra é internacional e é feita em dólar. Logo, de alguma forma dá erro com nossos cartões brasileiros. MASSSS! Se você desbloquear sua opção internacional do seu cartão talvez funcione! A gente nem pensou nisso na época porque de certa forma tínhamos acesso fácil ao cartão alheio hahahahha

      Ouuuuu! Outra coisa que li em outros relatos é que se você mandar um email pra Amaszonas dizendo que tá dando merda na hora da compra eles reservam tua passagem e você paga na hora! Aí você só precisa mostrar o email no guichê e pagar!

      Espero que tenha te dado uma luz!

      Se quiser tirar dúvida de bate pronto, me chama lá no direct do instagram @vidamochileira que respondo com mó alegria!

      bjs

      Mary

  • Karen Ávila

    Que post maravilhoso! <3

    • Vida Mochileira

      Ownnn! Brigadinha!!!

      Que bom que curtiu! Foram muitos dias e noites escrevendo esse post, mas valeu a pena porque sei que tá ajudando muittaaa gente!!! 🙏

      Qualquer dúvida é só me mandar direct no instagram!

      Bjs

      Mary

      • Bianca Martins

        maari, deixa eu te perguntar.. tem como chegar em puno, ir para copacabana no mesmo dia, igual vc fez.. aí pernoitar em copacabana.. no outro dia conhecer isla del sol e ja voltar p copacabana para ir p la paz de madrugada?

        • Vida Mochileira

          Oiiii!

          De madruaga eu não sei, mas acho que tem um ônibus que sai de Copacabana às 18:00!

          Ai em vez de dormir na Isla del Sol você quer ir no mesmo dia pra La Paz é isso?

          Dá pra conhecer a Isla del Sol num dia (fica super corrido, mas dá)! Aí você pode tentar pegar esse bus das 18:00 (não sei se ele realmente existe)!

          Mas eu sei que rola de conhecer a Isla del Sol e ja voltar pra Copacabana no mesmo dia e acredito que deva rolar uns ônibus pra La Paz mais tarde sim porque muita gente não dorme na ilha!

          Espero ter ajudado!

          Bjs

          Mary

  • Gessinho Lima

    incriveeeel!!!!! estava desesperado pq soube hoje que tirarei ferias em agosto, e encontrei esse roteiro super detalhado dos países que quero ir. Muito obrigado, mil vzs obrigado!!!!

    • Vida Mochileira

      Opaaa! Que bom que você curtiu!!!

      Baixa a planilha também com os valores!

      Qualquer dúvida me manda mensagem no Instagram (@vidamochileira) que te respondo rapidinho!

      Bjs

      Mary

  • Deivson Lopes da Silva

    Bom dia Maryana,

    Primeiramente quero deixar meus elogios a tamanha organização que vcs tem ao montar suas viagens. Cheguei a pensar um dia que eu era organizado, mas to longe do nível HARD de vcs, rsrs. Parabéns!

    Tenho algumas duvidas:

    1 – Eu não entendi uma matemática Machu Picchu. Nas sua contas, por pessoa, foi gasto 128 soles para compra do ingresso de entrada do parque. No mesmo capitulo, aparece a tabela que fala que o valor de 62 dolares, valor da época, correspondente a entrada de “Machu Picchu Solo” na coluna “estrangeiro”. Esse valor da tabela é para compras no site, somente, eh isso?

    2 – Quando são feitas compras de passagens de ônibus pela internet, quais são as surpresas pagas quando vem a fatura do cartão de credito? IOF?

    3 – O guia que vcs contrataram para Machu Picchu poderia ser contratado em outro lugar diferente do que vc contrataram, tipo em Aguas Calientes ou lá na hora?

    Obrigado por ajudar tantas pessoas a fazer as suas viagens.
    Sucesso pra vcs sempre!

    • Vida Mochileira

      Oii Deivson!

      Tudo bem? Que bom que tá curtindo o relato!

      Respondendo suas perguntas:

      1- Peguei essa planilha no site há um ano atrás, mas pra ser sincera não sei como eles aplicam de fato esse valor. Nós compramos nossas entradas no Ministério do Turismo e pagamos 128,00 soles cada, mas no site mostrava 62,00 dólares, então não sei muito bem como eles se organizavam. Sei que mudaram o site e as regras de Machu Picchu, então deve ter mudado tudo (espero que pra melhor).

      2- Não comprei nenhuma passagem de ônibus pelo cartão. A única coisa que compramos pelo cartão foi a passagem de avião de Laz Paz pra Santa Cruz de la Sierra pela BOA e pra ser sincera nem conferi o IOF, mas acho que se aplica a 6% do valor se não me engano (não sei se esse negócio de 6% se aplica pra tudo). Todos as passagens de ônibus compramos na hora.

      3- Pode sim! Mas como fechamos um pacote pela empresa, saiu mais barato pra gente fechar o guia junto com outros passeios pra pedir desconto, mas você consegue guia na hora e em Águas Calientes sim. Só deve ser bem mais caro, porque você fica sem muita opção de barganha, né? O cara sabe que você quer guia e sabe os valores praticados por outros guias, então ele pode cobrar um valor alto e você não vai ter muito pra onde correr (principalmente se fechar guia na hora lá em cima na entrada de Machu Picchu).

      Espero ter ajudado um pouquinho.

      Bjs

      Mary

  • Ana Carolina Marcucci

    menina eu tô lendo TUDO ! Parabéns que inspiração sério!
    Eu tenho uma pergunta que pode ser nada a vê, mas veja se você pode me ajudar:
    Quero passar de 7 a dez dias no peru (não tenho mais dias pra fazer todo esse roteiro sensacional), e gostaria de e viajar com a minha irmã, mas ela tem 17 anos.
    Você acha que posso encontrar problemas desde hospedagem até passeios/ transportes pelo fato dela ser menor?

    Essa planilha tá guardada com muito carinho !!!

    • Vida Mochileira

      Oiii Ana!

      Que bom que tá curtindo o relato! Fico super feliz!

      Então, eu acho que não deve ter problema não, até porque ela é sua irmã e você seria responsável dela, mas meu conselho é pedir uma permissão/autorização escrita e carimbada em cartório dos seus pais alegando que deram a permissão dela viajar com a irmã.

      Eu faria isso mais como precaução do que por medo, acho que não existe uma fiscalização pesada sobre isso (menores de idade), massssss como é sempre bom ter tudo certinho, eu registraria a autorização em cartório e levaria com vocês.

      Espero ter ajudado um pouquinho.

      Bjs

      Mary

  • Alana Marques

    O melhor post da Vidaaaaaaaaaaaa, menina eu pude visualizar a viagem. Confesso que já li tantas coisas sobre esse famoso mochilão, mas nada comparado com seu. Muito obrigada por compartilhar essa relato, e dessa forma, que dar pra ver que foi feito com muito carinho. Vou seguir as dicas e com certeza qualquer duvida, irei atras de você, pretendo ir no meia de outubro até começo de novembro, você acha uma época boa? Pois a maioria dos relatos são feitos em abril, maio até junho.

    Bjs!

    • Vida Mochileira

      Oiii Alana!
      Que bom que curtiu! Fiz com muito carinho e (vou confessar) que demorei mais de um mês escrevendo tudo isso, então, é muito bom ler mensagens como a sua! #dáumânimo hahahahahaha

      Estou super à disposição! Qualquer dúvida me manda um email ou um direct no Instagram que te respondo o mais rápido possível.

      Sobre a época: Pra ser bem sincera acho que pra esse mochilão específico não tem melhor época! Qualquer época é boa desde que você tenha tempo, disposição e dinheiro! hahahahahah Não vale a pena ficar adiando eternamente uma coisa que você quer muito fazer, né?

      As paisagens nesse mochilão mudam a cada mês, então acho que não tem melhor época, porque cada mês é um cenário diferente e se eu pudesse iria todos os meses! hahahahahaha

      Você vai amar essa viagem e espero que sua trip seja tão irada quanto a minha!

      Bjs

      Mary

  • Erick Roque

    Menina do céu!
    Você é uma maravilhoooosa! Deu um banho de luz nos meus planos, como também me deixou mais confiante!
    Vai ser o meu primeiro mochilão em Setembro para os mesmos países e já te considero parceira de viagem haha

    Beijo grande <3

    • Vida Mochileira

      Oiiii Erick!

      Hahahahah que bom que curtiu!!!

      Você vai amar essa trip!

      Qualquer dúvida me manda uma mensagem!

      Bjs

      Mary

    • James Alves

      Iai Erick tudo bom? Estou querendo fazer esse mochilão já faz um tempo, mas não quero ir sozinho, se quiser parceiro na trip entra em contato cmg! Pretendo fazer o mesmo roteiro que moça descreveu ou parecido, abraço… Número: (85)992225598
      Instagram: jamesslord

      • Erick Roque

        Tudo certo cara e contigo?!
        Vou te chamar o/

        Abraço!

      • Vida Mochileira

        Que irado isso!

        Conseguiram marcar?

        Bjs

        Mary

        • James Alves

          Sim hahaha ❤️

        • Erick Roque

          Deu sim Maryyyy!
          Já estamos contando os dias pra partir <3
          E obrigado novamente por este blog lindo!

          Beijos

          • Vida Mochileira

            Ahhhh que ótimo!!!

            Depois me contem se curtiram essa viagem tanto quanto eu!!!

            Bjs

            Mary

          • Erick Roque

            Siiiim, contaremos <3
            Beijos

    • Luiz Fernnando

      Fala Erick blz… também estou indo em Setembro… me chama no what’s depois (11) 952777515. Abcs

      • Erick Roque

        Beleza! Tudo certo contigo? Te chamo sim! Abraço o/

  • José Antônio Hüntemann

    Demais o seu relato e o roteiro. Tô me baseando no seu pra fazer o meu. Mas fiquei com uma dúvida: você conseguiu descansar bem pra aproveitar a trip? conseguiu dormir de boa no ônibus e tals? Porque cê já começou loucaça no salar do uyuni depois de dormir no onibus, né? haha Eu tenho péssimas experiências pra dormir em ônibus, aí tava pensando em considerar uns dias no meio pra correr pra descansar caso esteja podre. O que você me diz? Beijooooo

    • Vida Mochileira

      Oiiii!

      Que bom qe curtiu!

      Vou te falar que consegui descansar sim! Mas, eu sou porra louca!

      Uma vez que tô viajando não tem essa de relaxar não!

      Sou muito frenética, mas entendo seu ponto de vista!

      Se você achar que vai ficar muito cansado, coloca um dia no meio do roteiro pra relaxar!

      Mas eu prefiro fazer tudo e relaxar só no final! Hahahahahhahaha

      Ahhhh sei lá! Sou maluca caraaaa! 😂

      Mas, eu uso tapa olho e tapa ouvido e durmo que nem uma princesa, só as costas que doem um pouco! 😂

      Bjs

      Mary

  • Carlos Frederico Macedo Coelho

    Irada a sua trip. Estou usando o seu roteiro para organizar uma trip de 20 dias. Mas vou te fazer uma pergunta que pode ser complicada pra vc responder. Devo ir em janeiro. Tem informação se a chuva atrapalha muito? Não vou pra MP, mas gostei da ideia do sul do Peru (arequipe e ica).

    • Vida Mochileira

      Oiii!

      Que bom que curtiu!

      Então! Eu não tenho muita certeza, porque essa coisas de tempo tão malucas ne?

      Já vi gente dizer que curtiu ir em Janeiro! Mas acho que vale se informar melhor pelo Google pra ver se chvove muito ou não!

      Quando fui em Abril, pegamos 2 ou 3 dias de chuva só!

      Mad, minha dica é: se você só tem o mês de Janeiro, vai! Não adia essa viagem sempre não, porque se não você nunca vai!

      Bjs

      Mary

  • Ana Mendes

    Olá Mary, vou dia 24 de agosto e estou usando suas dicas e as do Rodrigo. Uma dúvida… aqui no texto vc separou os gastos por: hospedagem, passeios e transporte, quero saber se em transportes esta incluso o voo de La Paz para Santa Cruz. Obrigada.

    • Vida Mochileira

      Oiii Ana!

      Tá sim! Inclui tudinho que gastei durante a viagem, inclusive o voo de La Paz pra Santa Cruz!

      Esse voo tá inclusive descrito na planilha, caso queira saber a cia que voei. Ahhhhh! Já digo logo que foi pela BOA. hahahaha

      Faça uma ótima viagem e me conte tudo depois lá no grupo do Facebook do Vida Mochileira!

      É sempre bom ler relatos de outras pessoas que foram em épocas diferentes!

      bjs

      Mary

  • Nicolas Sutter

    Oi Mary!
    Vou fazer tudo isso iniciando no dia 12 de agosto! 🙂
    Só vou adicionar as montanhas coloridas e tentar ganhar tempo para fazer 2 dias no Canyon de Colca.
    Agradeço muito! Ajudou bastante!

    • Vida Mochileira

      Oiiii Nicolas!

      Você vaia amar essa viagem! Acho ótimo incluir as montanhas coloridas e fazer o trekking de 2 dias no Colca.

      Se puder, anota tudo sobre as montanhas coloridas e se quiser compartilhar com a galera aqui no meu blog, tá mais do que convidado!

      Bjs

      Mary

  • Janna

    Que post MARAVILHOSO! Irei apenas ao Atacama e pretendo ir até o salar do Uyuni (se vc tiver alguma indicação de agencia saindo de San Pedro pra lá), e espero poder fazer o resto do roteiro em breve. Obrigada pelas dicas e parabéns por tanta dedicação em escrever tuuudo! <3