O tradicional São João do Porto – Portugal

agora vai pelo amor de Deus
11 dicas pra quem quer viajar sozinho
24 de julho de 2017
Untitled-1
14 sites para pesquisar passagens aéreas baratas
7 de agosto de 2017
 
Fala galera!!!!

Sabe quando você se programa pra viajar pra algum lugar e quando chega lá descobre que marcou sua viagem bem na data de alguma festa ou comemoração mega importante da cidade?

Foi exatamente isso que aconteceu comigo! Comprei minha passagem pro Porto aleatoriamente e calhou de um dos dias dessa viagem ser o dia da festa mais importante da cidade do Porto: o São João!

Essa é uma festa tradicional de São João cheia de costumes e é muito animada. A festa começa no começo da noite e vai até o sol raiar.

O São João no Porto acontece todo ano na mesma data: na noite do dia 23 de Junho pro dia 24 de Junho. Essa é a festa mais esperada do ano para os portuenses e, segundo o guia do walking tour, essa festa ainda é mais importante do que o próprio Reveillón.

O palco principal é montado na Praça da Liberdade (que vamos dizer que é como se fosse o centro da cidade) e na tarde do dia 23 de Junho você já começa a ver uma movimentação diferente na cidade, isso porque começam a chegar turistas e portugueses de outras cidades pra celebrar o São João do Porto.

TRADIÇÕES DO SÃO JOÃO NO PORTO
- Casas enfeitadas com fitas coloridas e bandeirinhas;

- Barracas de comida e bebida;

- Casas com bancadinhas do lado de fora vendendo sardinha na brasa;

- Arraias (que rolam nos bairros mais tradicionais);

- Fogos à meia noite no Rio Douro;

- Soltar balões à noite toda;

- Pessoas com martelos de plásticos dando porradinha na cabeça uns dos outros (de brincadeira);
Esses martelinhos de plástico são vendidos em todo lado durante a festa!

- Pessoas esfregando ramos de alho-porro na cara uns dos outros (de brincadeira);

- Fazer fogueiras;

- Atravessar a ponte Dom Luis I à meia noite onde as pessoas de Gaia tentam atravessar pro lado da Ribeira e as pessoas da Ribeira tentam atravessar pra Gaia (nesse momento, diz a lenda, que a ponte balança muito).

As pessoas começam a se amontoar na Praça da Liberdade e ao pé da Ribeira logo cedo (são os principais locais da festa, mas a cidade é inteira tomada por gente). As ruelas que tem fitas de enfeite trançando a rua de um lado ao outro são os lugares onde rola a festa mais tradicional, com músicas tradicionais de São João, arraiais, sardinhas na brasa e todos os costumes dessa festa.

Existem vários arraiais populares por toda a cidade do Porto, especialmente nos bairros das Fontainhas, Miragaia, Massarelos, entre outros.

Já na Ribeira, na Praça da liberdade, na Adega (perto do Piolho) e na praça em frente à Universidade do Porto a festa não é tão tradicional assim, tocando de tudo desde músicas de São João até pop americano e funk brasileiro. Esses lugares são tomados mais por turistas do que por pessoas locais e por isso tem uma variedade maior.

A maioria das pessoas começa a festa de São João na Estação de São Bento e vai descendo até o Cais da Ribeira. A Ribeira é o local que lota primeiro, porque todo mundo quer ver os fogos da Ribeira, mas uma outra opção é ir pro lado de Gaia (cedo, antes da meia noite) e ver os fogos de lá, a vista é praticamente a mesma, só que do outro lado do Rio Douro.

Bom, na Praça da Liberdade rolam uns shows com vários cantores portugueses e a galera segue martelando a cabeça um do outro (sempre de brincadeira), já na Ribeira a galera começa a se aglomerar pra ver os fogos do Rio Douro e da Ponte Dom Luis I (sim! Rola fogos saindo da ponte) e ainda rola a subida de balões (que agora tem se evitado ao máximo por conta dos incêndios), mas você ainda consegue ver alguns balões no céu!

À meia noite os fogos começam e dizem que é uma coisa mais linda (eu perdi os fogos por 10 minutos! Minha família fez uma festa de São João em casa e quando a festa acabou eu e minha prima corremos pro centro pra ver os fogos, mas não conseguimos chegar a tempo). É um espetáculo que dura em média 10/15 minutos e a galera vibra de emoção e felicidade!

Depois da meia noite, a festa segue bem animada e já não tem tantas sardinhas na brasa pelas ruas (rsrsrsrs), mas tem muita gente bêbada e fumando (de tudo). Nem pense em ir pro São João com a blusinha nova que você comprou ou com a sandália linda que você tem! Provavelmente você vai sair dessa festa com tudo fedendo a cigarro e provavelmente vão pisar no teu pé algumas vezes e derrubar bebida na sua blusa ou no seu pé! Hahahahahaha

 
O QUE COMER NO SÃO JOÃO DO PORTO?
Os pratos típicos dessa noite são as sardinhas assadas na brasa, os pimentões grelhados, o caldo verde e as saladas com vinagre. Além disso, as famosas bifanas no pão são sempre uma ótima opção pra quem gosta de carne! Tudo isso sempre acompanhado de muito vinho tinto ou com a cerveja local, a Super Bock.

ONDE FAZER XIXI DURANTE O SÃO JOÃO DO PORTO?
A Prefeitura espalhou alguns banheiros químicos pela cidade, mas ,obviamente, que não dá vazão pra toda a multidão que vem pra cidade. Os banheiros dos restaurantes lotam e as praças escuras com árvores viram xixidrómodo!

COMO VOLTAR PRA CASA DEPOIS DO SÃO JOÃO DO PORTO?
Por conta da festa, a empresa de trem da cidade diminui o intervalo entre os trens e aumenta o número de comboios pra suprir a necessidade das pessoas. Além disso, eles disponibilizam trem a noite toda (a partir das 2:00 da manhã os intervalos começam a aumentar). Ahhhh! Compre seu bilhete de ida e volta com antecedência, acredite ou não todo mundo deixa pra comprar na hora e as filas ficam enormes (às vezes, com espera de 10 a 30 minutos).

ONDE SE HOSPEDAR DURANTE O SÃO JOÃO DO PORTO?
Já tenha em mente que as diárias dos hostels nesses dois dias aumentam muito!

Eu não me hospedei no Porto porque tenho família lá, mas pedi a recomendação dos meus amigos e eles me indicaram esses hostels:

- Yes! Porto Hostel

- Oporto Brothers Hostel

- Republica Prime

- Sport Hostel in Porto

- M2Students Hostel

Depois dos fogos da meia noite a galera mais jovem segue pra Praia dos Ingleses, na Foz do Douro, e faz uma festa a parte, onde eles acendem fogueiras e esperam o sol nascer (minha prima costumava fazer isso e disse que é muito legal).

Eu e meus amigos fomos pra praça da Universidade do Porto e ficamos lá por um tempo (tava bem animado e tocando várias músicas brasileiras e espanholas) e depois seguimos pra Adega (perto do Piolho – restaurante tradicional do Porto) e ficamos por lá a noite toda.

Eu fui embora às 6:15 da manhã porque eu tava só o pó! Eu já tava dormindo em pé e não ia aguentar ver o sol nascer às 6:52. Sério! Eu tava morta com farofa! Hahahaha Eu peguei o trem pra casa e alguns amigos seguiram pra outro lugar pra ver o nascer do sol melhor. Depois fui descobrir que um amigo acabou dormindo na praça naquele dia! Hahahahahahaaha

CONCLUSÃO:
A festa de São João no Porto é bem animada e divertida. Não vá esperando encontrar um São João como no Brasil, porque são tradições parecidas, mas completamente diferentes! Eu acho o São João do Brasil mais colorido e com mais opções de comida, mas o do Porto tem suas peculiaridades também e acaba sendo difícil de comparar. Enfim, eu curti muito fazer parte da festa de São João do Porto do ano de 2017 e espero voltar em 2018 pra poder ver os fogos dessa vez! Hahahahahaha

No dia 24 de Junho ocorre a famosa regata de São João no Porto!

É uma tradição do São João no Porto: a regata dos barcos rebelo, antigamente usados para o transporte do vinho do Porto pelo Rio Douro.

A regata de São João no Porto começa às 15:00 e é possível assistí-la de vários pontos: das margens do Rio Douro, do miradouro da Serra do Pilar ou até das Fontainhas.

Espero que vocês tenham curtido esse post sobre o famoso e tradicional São João no Porto e se tiverem qualquer dúvida sobre os passeios ou sobre o roteiro é só me mandar email (contato@vidamochileira.com.br) ou um direct no Instagram (@vidamochileira) que eu respondo rapidinho.

Até a próxima!


Maryana Teles
Maryana Teles
Carioca, publicitária e apaixonada (digamos que, talvez, viciada) por viagens de estilo low cost. 25 países na bagagem e muitas histórias, micos, dicas e inspirações pra quem também vive (ou quer viver) uma VIDA MOCHILEIRA!