O que fazer em Paris: lugares para visitar, gastos e dicas

0
O que fazer em Paris

Eu acho muito engraçado que Paris é um destino que ou as pessoas amam ou odeiam, não tem um meio termo em relação à uma das cidades mais famosas do mundo.

Eu particularmente curto visitar Paris. Acho a cidade bonita, histórica e com uma arquitetura super atraente. Eu não sinto aquele negócio de cidade romântica ou, como dizem, a cidade dos apaixonados. Pra mim é uma cidade ótima para bateção de perna e maravilhosa pra ser visitada tanto sozinha, com amigos ou em casal.

Mas, você só terá sua opinião formada se for lá conferir com seus próprios olhos e viver sua própria experiência pra dizer com certeza o que acha dessa cidade.

Então, vamos às dicas! Nesse post você vai ver o que fazer em Paris com dicas de lugares para visitar, onde se hospedar, gastos médios na cidade e também vai ver coisas que você precisa saber antes de visitar Paris!

 

MELHOR ÉPOCA PARA VISITAR PARIS

A melhor época do ano pra visitar Paris vai depender do estilo de viagem de cada um. Isso porque Paris é uma cidade onde as estações do ano costumam ser bem definidas. ⠀
⠀ ⠀
☀ Se for pensar pelo ponto de vista de um turista que quer aproveitar o máximo da cidade, de fato, o verão (junho a setembro) é a época do ano mais recomendada pra quem quer passear pelas ruas da cidade e aproveitar ao máximo os pontos turísticos ao ar livre – tem vários eventos e os dias são super longos com o sol se pondo depois das 22:00! 😱

No entanto, em contraste, você terá passagens aéreas e hospedagem mais caras devido à alta temporada. O calor, às vezes, é insuportável e as ruas ficam lotadas de turistas. ⠀

❄ No inverno (dezembro a março), as temperaturas caem bastante (podendo chegar a temperaturas negativas e até nevar) e fica difícil curtir os programas ao ar livre. Além disso, os dias são super curtos, anoitecendo às 17:00.

O ponto positivo dos meses de inverno é que as passagens aéreas e hospedagem ficam com preços bem acessíveis. A Ryanair e a Easyjet (cias aéreas low cost) sempre fazem alguma promoção. ⠀
⠀ ⠀
🍂🌼 O outono (setembro a dezembro) e a primavera (março a junho) são estações interessantes pra fazer uma visita à Paris. As temperaturas são amenas, não tem tanto turista na rua como no verão e os preços de passagens aéreas e hospedagem são bem atrativos. ⠀
⠀ ⠀
Na minha opinião, a melhor época pra visitar Paris (de uma forma geral), seria a Primavera, mais especificamente no mês de maio!

13 Golpes em Paris (os mais comuns entre os turistas)

MELHOR JEITO DE LEVAR DINHEIRO PRA SUA VIAGEM E ECONOMIZAR!

Novo jeito de viajar pelo mundo sem se preocupar em levar dinheiro vivo pras viagens ou se preocupar em fazer dezenas de cotações diferentes em casas de câmbio.

Com a Transferwise você pode transferir o seu dinheiro pro exterior em menos de 5 dias, de forma super segura (eu já uso os serviços há mais de 6 meses e é realmente rápido e seguro). Você pode criar o seu cartão de débito sem fronteiras pra ser usado no mundo todo. A melhor parte é que a cotação deles é uma das mais baratas do mercado (cotação da Mastercard) e você converte o seu dinheiro pra moeda que você desejar de forma rápida, segura e barata.

ABRA SUA CONTA AGORA, DE GRAÇA, SEM ANUIDADE!

VEJA COMO O SEU DINHEIRO É ENVIADO.

O QUE FAZER EM PARIS

DIA 1 EM PARIS

✔ Museu do Louvre (funciona das 9h às 18h – com algumas exceções e custa € 17,00 euros)

✔ Museu D’Orsay (funciona das 9:30 às 18h – com algumas exceções e custa € 14,00 euros)

✔ Pont d’arts (antiga ponte dos cadeados. Ainda vale a pena caminhar por ela, na minha opinião)

✔ Rue de Rivoli (rua com vários cafés, lojas e galerias)

✔ Caminhar pelo Rio Senna (vale ser feito tanto de dia quanto à noite)

✔ Museu de arquitetura nacional (funciona das 11h às 19h – com algumas exceções e é grátis)

✔ Hôtel de Ville (prefeitura – caminhar pela região)

✔ Sacré-Cœur (pra entrar é grátis, mas pra sumir no Dome é € 7,00 euros. Visite a frente da igreja, os lados por fora e a parte de trás por fora – é bem charmoso)

✔ Rue de Steinkerque (várias lojinhas de souvenires) ⠀

✔ Bar da Amelie Poulain (Café des 2 Moulins – Ele fica bem na esquina da Rue Lepic com a Rue Cauchois (número 15).

✔ Bairro de Montmartre (passear pelas ruas)

✔ Moulin Rouge (balada / bar / jantar)

✔ Bairro de Abbesses (pertinho do Moulin Rouge. Tem vários cafés e casinhas num estilo super parisiense e tem também o único vinhedo de Paris, mas é só pra ver por fora mesmo, porque não é permitida a entrada e também não vende o vinho para consumo de terceiros rsrsrs)

✔ La Maison Rose (rua linda que os Instagramers franceses tiram altas fotos)

✔ Rue Lamarck (pôr do sol incrível)

✔ Rue Marcadet (Na esquina dessa rua tem um restaurante tradicional francês maravilhoso que se chama Comestibles Et Marchand De Vins)

DIA 2 EM PARIS

VISITA AO PALÁCIO DE VERSALHES

✏ Se planeje com antecedência pra ir à Versalhes, além de ser longe de Paris (entre 40 min e 1 hora), é legal você levar água (dá pra encher a garrafinha na torneira do banheiro – é bebível) e uns snacks na mochila porque os preços lá dentro são altos (€ 6,50 euros por um sanduíche 😱);

✏ Valor: € 18,00 euros por pessoa (inclui a entrada no palácio e nos jardins). Menores de 18 anos e cidadãos da UE entre 18 e 25 anos têm entrada gratuita. ⠀

✏ Tenha em mente que existe Versalhes e Versalhes Château. Pra visitar o Palácio de Versalhes você tem que ir pra Versalhes Château. Ainda em Paris você pode pegar o RER linha C e descer na estação Versailles – Rive Gauche-Château ou pode pegar o trem a partir da Gare Montparnasse e descer na parada Versailles – chantiers.

✏ Tem um ticket especial pra Versalhes no metrô (custa € 3,65 euros cada perna) ⠀

✏ É recomendado que você compre seu ingresso com antecedência no site do Palácio de Versalhes ou pelo Get Your Guide (eu sempre dou uma olhada nos dois pra comparar preços e promoções); ⠀

✏ Horário de funcionamento:
De abril a outubro: Terça a domingo – 9:00 às 18:30 (Palácio) e das 8:00 às 20:30 (Jardins)
De novembro a março: Terça a domingo – 9:00 às 17:30 (Palácio) e das 8:00 às 18:00 (Jardins) ⠀

Palácio de Versalhes: Como chegar, dicas e valores

DIA 3 EM PARIS

VISITA À DISNEY DE PARIS

✏ Compre seu ingresso com antecedência no site da Disney Paris ou pelo Get Your Guide (eu sempre dou uma olhada nos dois pra comparar preços e promoções). Agora a promoção no site da Disney tá 2 parques no mesmo dia por €  88,00 euros (veja a opção de adquirir um fastpass porque economiza MUITO tempo nas filas). ⠀

✏ Horário de funcionamento – TODOS OS DIAS:
Studios: 10:00 às 20:00
Disneyland: 10:00 às 23:00
(Confirme o horário de fechamento dos parques porque dependendo da época do ano muda – no outono e inverno, por exemplo, os horários são reduzidos) ⠀

✏ Super rola fazer 2 parques no mesmo dia (fica meio corrido, mas rola – os 2 parques ficam na mesma área e dá pra ir andando). ⠀

✏ Leve lanche e água na mochila. Os preços da Disney são bem salgados. Você pode encher sua garrafinha nos bebedouros ou torneiras do banheiro (água bebível). ⠀

✏ Vale a pena pegar o mapa (gratuito) na entrada dos parques e já escolher as atrações que você quer ir pra otimizar tempo. ⠀

✏ Tem desfile de personagens (confirme os horários) e show de fogos no Disneyland às 23:00 e dura 20 minutos.

✏ Pra chegar na Disney saindo de Paris você precisa comprar um ticket especial (metrô + “trem”) que custa € 7,60 euros cada perna. O trajeto demora mais ou menos 1h30min.

Você compra o ticket pra ir pra Disney na mesma máquina que compra o ticket normal de metrô. Seleciona a opção Disney (M.L.V. Chessy). O trem A é o que leva pra Disney e a estação que você desce na porta é a Marne-la-Vallée-Chessy. É importante ficar atento ao horário do último trem de volta pra Paris (confirme o horário)!  ⠀

Disney de Paris: Dicas, ingressos, horários e muito mais

DIA 4 EM PARIS

Esse é meu roteiro preferido em Paris e gosto de fazer ele todo andando. O ideal é sair bem cedo de casa pra aproveitar melhor o dia e pegar menos turistas na Torre Eiffel. Esse roteiro serve também pra quem só tem 1 dia em Paris!

✔ Torre Eiffel (abre todos os dias às 9:00 e o fechamento depende da época do ano, conforme isso no site da própria torre). Vale comprar o ingresso antecipado pelo site da Torre Eiffel pra evitar as filas enormes.

Você consegue subir de formas diferentes:
– € 10,20 euros pra subir pelas escadas até o primeiro.

– € 16,30 euros pra subir de elevador até o segundo andar.

– € 19,40 euros pra subir de escada até o segundo andar e depois de elevador até o topo.

– € 25,50 euros pra subir de elevador até o topo. ⠀

✔ Rue Buenos Aires (lugar com ângulo legal pra torre) ⠀

✔ Ponte Bir Hakeim (vista linda da torre, sem ninguém) ⠀

✔ Arco do Triunfo (abre todos os dias das 10:00 às 22:30 e custa € 12,00 euros). ⠀

✔ Caminhar pela Champs Élysées ⠀

✔ Ladurée (melhor macarron de Paris) ⠀

✔ Grand e Petit Palais (tem como visitar os jardins de graça se consumir algo nos cafés) ⠀

✔ Ponte Alexandre III ⠀

✔ Praça da Concorde ⠀

✔ Obelisco ⠀

✔ Jardim des Tuileries ⠀

✔ Place Vendôme ⠀

✔ Louvre (é bom deixar um dia reservado pra museus, nesse caso você só vai passar pelo Louvre porque é caminho mesmo) ⠀

✔ Pont d’arts ⠀

✔ Notre Dame (fechada por causa do incêndio) ⠀

✔ Passear pelo Rio Sena ⠀

✔ Galeries Lafayette (10:00 às 19:00) ⠀

terraço gratuito. É só subir as escadas rolantes até o sexto andar e depois subir mais um lance de escada fixa. O visual lá de cima é bem bonito e vale a pena!

Horário de funcionamento: Segunda à Sábado das 09h30 às 20h00.

✔ Torre Eiffel (ver o pôr do sol e ela iluminada à noite)

ECONOMIZE!

Ganhe R$179,00 de desconto na sua primeira reserva no Airbnb

O Airbnb é uma ótima opção de hospedagem e dependendo do lugar e da quantidade de pessoas que vão viajar sai mais barato e cômodo reservar pelo Airbnb do que pelo Booking.com. Se você nunca usou o Airbnb experimente, você vai gostar!

Eu escrevi um post detalhado com várias dicas pra usar o Airbnb da melhor forma possível.
Clique no botão abaixo, faça sua pesquisa e na hora do pagamento o seu desconto será aplicado.

FAÇA SUA PESQUISA AGORA!


OUTROS LUGARES LEGAIS PARA VISITAR EM PARIS:

✔ Jardim de Luxembourgo (grátis)

O horário de funcionamento varia dependendo da época do ano. Abre às 08:00 e fecha às 17:00 no inverno e se se estendendo até às 21:00 no verão.

Como chegar:

– Metro: Linha 12 na parada Notre-Dame-des-Champs

– RER: Linha B na parada Luxembourg

✔ Café di Fiore (um dos cafés mais famosos de Paris onde vários intelectuais, artistas e escritores famosos já frequentaram como por exemplo: Remy de Gourmont, Jean-Paul Sartre, Pablo Picasso e Zhou Enlai);

✔ Gare de Châtelet – Les Halles (a principal estação ferroviária de Paris. A arquitetura do lugar é bem bonita e os arredores são bem legais de passear)

✔ Igreja Saint Eustache (fica pertinho da Gare de Châtelet e é bem bonita por dentro e por fora)

✔ Raidd (boate gay que tem show de strip-tease completo a partir das 00:00 – Não paga pra entrar. Os homens ficam tomando banho e sensualizando numa “gaiola” de vidro. Alguns streapers são gays e outros heteros. Eu nunca tinha visto um strip-tease e achei bemmmm interessante 🤣).

RESUMO DAS PRINCIPAIS ATRAÇÕES PAGAS DE PARIS

✔ Museu do Louvre (€ 17,00 euros);

✔ Museu D’Orsay (€ 14,00 euros);

✔ Sacré-Cœur (Dome € 7,00 euros);

✔ Palácio de Versalhes (€ 18,00 euros);⠀

✔ Disney de Paris (€ 88,00 euros);⠀

✔ Arco do Triunfo (€ 12,00 euros);

✔ Torre Eiffel:
– € 10,20 euros pra subir pelas escadas até o primeiro.

– € 16,30 euros pra subir de elevador até o segundo andar.

– € 19,40 euros pra subir de escada até o segundo andar e depois de elevador até o topo.

– € 25,50 euros pra subir de elevador até o topo. ⠀

ATENÇÃO!

O seguro viagem é obrigatório para entrar e viajar pela Europa.

Eu contratei o seguro viagem da Seguros Promo pra minha viagem de 3 meses pela Ásia e curti muito o serviço. O custo X benefício foi maravilhoso e o atendimento foi muito bom (usei o seguro na Tailândia). Use o cupom VIDAMOCHILEIRA5 e ganhe 5% de desconto!

A Seguros Promo tem atendimento e suporte em português tanto em chamadas internacionais quanto pelo Whatsapp: +55 (31) 3972-7096. Explico melhor nesse post como você pode escolher o seu seguro viagem internacional.

Seguro Viagem: Europa
O que fazer em Paris: lugares para visitar, gastos e dicas GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 23/dia*
O que fazer em Paris: lugares para visitar, gastos e dicas TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*

No entanto, existe uma opção mais barata pra quem vai fazer viagens mais longas ou vai se tornar um nômade digital. O SafetyWing é o primeiro seguro viagem internacional do mundo desenvolvido para atender às necessidades de nômades digitais ou pessoas vivendo no exterior em todo o mundo. Você paga $37,00 dólares por 4 semanas.

SafetyWing tem cobertura mundial e cobertura (de 90 dias) no país de origem. Está disponível para compra em 180 países e pode ser comprado ou renovado quando você já estiver viajando. Qualquer pessoa pode adquirir o SafetyWing, não precisa ser nômade digital pra usar esse seguro viagem.

O ponto positivo do SafetyWing é que ele é 1/3 do valor da maioria dos seguros viagens, mas o ponto negativo é que ele ainda não tem atendimento e suporte em português.

Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

DICAS IMPORTANTES PRA SABER ANTES DE VISITAR PARIS

✏ Brasileiros não precisam de visto para entrar na Europa. O visto de turista no Espaço de Schengen te permite ficar 90 dias transitando pelos países do acordo (seja 90 dias no mesmo país ou 90 dias viajando entre os países do acordo) em um período de 6 meses. O tempo começa a contar a partir do dia do seu primeiro carimbo na entrada do Espaço de Schengen.

O Espaço de Schengen é um acordo entre 26 países europeus (não necessariamente os mesmos da União Europeia – são dois acordos diferentes) que visa a implementação de um sistema de visto único, ou seja, o acesso é livre entre esses países e você não precisa passar na imigração toda vez que cruza a fronteira entre os países do acordo.

OBSERVAÇÃO: Caso você ainda esteja confuso com a questão do visto de turista na Europa, eu gosto muito de um blog chamado Projeto Vira Volta onde eles dão várias dicas sobre vistos e planejamento de viagem. Coloquei AQUI o link do post que eles explicam direitinho o acordo de Schengen.

Ou seja, pra visitar Paris, você só precisa do seu passaporte válido (com data de expiração para 90 dias depois da data marcada na sua passagem de volta).

✏ Todo turista que visita os países do Espaço de Schengen é obrigado a ter um seguro viagem que atenda às regras do acordo (França exige seguro viagem).

O seguro viagem é o tipo de coisa que você paga pra não usar. Mas, se você precisar usar vai economizar muito seu dinheiro. E, é exatamente isso que justifica o custo X benefício de se contratar um seguro viagem.

✏ Assim que você chegar em Paris, a dica é comprar 10 tickets de metrô (€ 14,90 euros) em vez de comprar o passe ilimitado por período de dias. Paris foi feita pra andar a pé, então 10 tickets são suficientes pra você conhecer os principais pontos da cidade em 4/ 5 dias.

Um ticket unitário custa € 1,90 euros e 10 tickets custam € 14,90 euros (ou seja, sai mais barato comprar logo os 10 de uma vez). Essa dica maravilhosa foi do @voyageurdumundo ⠀

⠀ ⠀
🚨 Você precisa guardar o ticket dos metrô e ônibus até sair, porque pode ter fiscal. ⠀
⠀ ⠀
⚠ É comum os tickets desmagnetizarem caso você coloque perto de celular ou cartões, nesse caso você tem que ir no guichê pedir pra trocar. Esses 10 tickets não têm validade pra expirar, se não forem usados. ⠀
⠀ ⠀
✏ Todos os museus e lugares pagos pra visitar em Paris são gratuitos no primeiro domingo de cada mês (de novembro a março). ⠀

✏ Se você é estudante e/ou menor de 25 anos você tem desconto em várias atrações. Recomendo fazer sua carteirinha mundial de estudante no site ISIC.

✏ A voltagem em Paris é de 230 V. Os aparelhos de 220V funcionam sem problemas. No entanto, é recomendado não ligar aparelhos de 110V na tomada pra não correr o risco de queimar. As tomadas da França são aquelas de 2 furinhos (tipo as do Brasil), apesar de, teoricamente, a gente não precisar de adaptador por ter o mesmo tipo de tomada, é sempre recomendado levar um adaptador universal e, pelo menos, um benjamin (ou T). Eu percebi que nos lugares que fiquei na França, as tomadas eram bem mal localizadas e algumas nem funcionavam. Então, se você tem muitos eletrônicos pra carregar, recomendo sempre levar um benjamin (ou T).

Paris é super famosa pela sua história, arquitetura e beleza, mas também é bem famosa pelos diversos golpes em turistas. O que você precisa ter em mente é ter muito cuidado com sua mochila e bolsa (de preferência andar com elas pra frente), se alguém te parar pra te pedir dinheiro, pra você assinar abaixo assinado, pra te ajudar a comprar bilhete de metrô, pra pedir ajuda porque é surdo-mudo, pra te dar pulseirinha… É CILADA, BINO!

✏ Se você gosta de museu e pretende visitar vários durante a sua visita em Paris, vale a pena você comprar o Paris Pass, que é um passe que te dá direito à entradas sem filas em mais de 50 museus e monumentos históricos da cidade, cruzeiro pelo Rio Sena e direito de andar de forma ilimitada em qualquer transporte público de Paris.

O Paris Pass de dois dias custa € 130,00 e o de seis dias custa € 245,00 euros. Se você pretende ficar em Paris por mais de 5 dias e pretende visitar vários museus e monumentos históricos, então, o Paris Pass vale a pena pra você, principalmente se o seu hostel for afastado do centro da cidade e você tiver que pegar transporte público todo dia pra ir e voltar.

✏ Se você realmente gostar de museus, vale a pena comprar o Museum Pass que custa € 48,00 euros pra dois dias de passe e te dá direito à entrada nos seguinte lugares sem enfrentar fila:

  • Arco do triunfo
  • Panteão de Paris
  • Torres de Notre Dame
  • Museu do Louvre
  • Museu d’Orsay
  • Centro Pompidou
  • Museu Rodin
  • Museu du Quai Branly
  • Sainte Chapelle
  • Palácio de Versalhes

✏ A água das torneiras da Europa são bebíveis (isso inclui as torneiras do banheiro, ok?). Então, vale a pena você sempre carregar uma garrafinha pra encher durante o dia. Você pode pedir a “água da casa” (“garrafe d’eau”) nos restaurantes que eles te trazem, sem problema nenhum, uma garrafa de água da torneira! Isso rola em quase toda Europa! Você pode usar o aplicativo FindTap pra encontrar as fontes de água pela cidade (que também são bebíveis).

✏ É permitido beber bebida alcoólica na rua. É super comum ver franceses e turistas fazendo piquenique – vários queijos, baguetes, croissants e vinho, é claro – durante a primavera (quando a temperatura começa a esquentar) e o verão. Fizemos isso duas vezes, uma inclusive, foi à noite sentadas ao pé da Torre Eiffel! Ahh!!! Lembre de comprar vinho de rosca ou de ter sempre com você um abridor de vinho (muitos vinhos são de rolha).

✏ Fique atento aos dias de funcionamento das atrações e museus (alguns fecham aos domingos, outros às segundas e alguns às terças-feiras). Sempre confirme isso antes da viagem para planejar o seu roteiro da melhor forma possível.

Détaxe: Parte do imposto que você pagou em um produto volta pra você

Se você não é residente europeu e é maior de 16 anos, você pode dar entrada no pedido de restituição do imposto IVA de alguns produtos. As compras precisam somar um valor acima de € 175,00 euros e precisam ter sido feitas no mesmo dia e na mesma loja. O valor da restituição é de 12% do valor dos produtos comprados referentes a esse imposto.

Pra fazer o pedido da restituição do imposto você precisa comunicar à loja que gostaria de fazer o détaxe. Você vai preencher um formulário com alguns dados pessoais e logo depois vai receber uns papéis comprovando a compra no seu nome. Depois, basta você apresentar esses papéis e todos os seus recibos e produtos correspondentes ao détaxe no aeroporto (no guichê de détaxe) antes de fazer o check-in na saída da França.

Caso ainda tenha ficado alguma dúvida sobre o détaxe, dá uma pesquisada no Google e Youtube que tem muita explicação boa.

O que fazer em 10 horas de conexão em Paris

DICA!

Pra ficar conectado durante toda sua viagem, eu recomendo a Yes Brasil um dos chips de internet que eu usei recentemente numa viagem de Worldpackers no meio do mato na França (era uma fazenda afastada da cidade). A internet pegava perfeitamente e voava. Fora que eles têm atendimento pelo Whatsapp pra qualquer tipo de problema no chip.

Yes Brasil está presente em mais de 100 países em parceria com as melhores operadoras de internet do mundo. Você seleciona os destinos e as datas da sua viagem, encomenda o chip online e ele é entregue na sua casa antes da sua viagem. Existem lojas presenciais também, caso você queira retirá-lo pessoalmente. Use o cupom VIDAMOCHILEIRA10 e ganhe 10% de desconto!

ONDE SE HOSPEDAR EM PARIS

Eu já fui algumas vezes à Paris (três, na verdade) e em todas as vezes eu fiquei numa acomodação diferente: Já fiquei em hostel e também em Airbnbs em regiões diferentes da cidade.

Vou listar abaixo alguns hostels recomendados pelo Booking.com (pensando em localização e preço) e também dos 2 Airbnbs que eu fiquei:

– Woodstock Montmartre by Hiphophostels (me hospedei nesse hostel em 2013 e curti)

– Le Montclair Montmartre by Hiphophostels

-Arty Paris Porte de Versailles by Hiphophostels

St Christopher’s Inn Paris – Canal

-Enjoy Hostel

-Perfect Hotel & Hostel

– Vintage Paris Gare du Nord by Hiphophostels

-Caulaincourt Montmartre by Hiphophostels

-St Christopher’s Inn Paris – Gare du Nord

-Le Regent Montmartre by Hiphophostels

-Smart Place Gare du Nord by Hiphophostels

Eu também já fiquei em Airbnbs quando fui pra Paris:

– Um é do meu amigo @voyageurdumundo que fica localizado a menos de 5 minutos andando da estação Porte de Saint Cloud. O apartamento dele não está no site do Airbnb, por isso, pra saber sobre valores, localização e ver fotos é preciso mandar um direct no Instagram dele (@voyageurdumundo). Como ele mora em Paris há mais de 10 anos e também é guia na cidade, ele oferece no pacote da estadia dele várias dicas de transporte, pontos turísticos e coisas que só os locais sabem;

– Outro Airbnb recomendado é um apartamento que fica em Le Kremlin-Bicêtre. As avaliações são muito boas e fica pertinho de um metrô – ótimo pra quem vai em família de até 4 pessoas. 

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE PRA VOCÊ QUE CURTE MEU CONTEÚDO: Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

VOCÊ SABIA?

Se você ainda não é um usuário do Airbnb (nunca fez nenhuma reserva) ou nem tem conta nessa plataforma ainda, você pode ganhar R$ 179,00 reais de crédito na sua primeira reserva se cadastrando com o link do Vida Mochileira.

DICA!

GANHE $10,00 DÓLARES DE DESCONTO NA WORLDPACKERS

A Worldpackers é uma plataforma brasileira que permite você viajar e trabalhar durante a viagem trocando sua força de trabalho (habilidade, vontade de aprender e ajudar) e seu tempo – durante algumas horas do seu dia – por acomodação e comida em vários países do mundo.

Usando meu código VIDAMOCHILEIRAWP você ganha 10,00 dólares de desconto e só paga 39,00 dólares por ano (uma única vez) pra viajar pela plataforma quantas vezes você quiser pra vários países do mundo sem pagar por acomodação e comida.

CUPOM: VIDAMOCHILEIRAWP

TORNE-SE UM MEMBRO VERIFICADO

APLICATIVOS QUE VÃO TE AJUDAR MUITO EM PARIS

📍 Wiki Triip: Além de ser um guia completo das principais atrações da cidade, ele também te apresenta a história do lugar e as curiosidades sobre a cultura. Tem também indicações de empresas de passeios e restaurantes. Fala do clima, como chegar, como usar o transporte público e lugares pra fazer compras; ⠀
⠀ ⠀
📍 Get Your Guide: Maravilhoso pra quem gosta de promoções de combos (2 ou mais atrações juntas no mesmo pacote) e odeia enfrentar fila. A compra é online, super rápida e pode ser cancelada em até 24 horas caso você se arrependa. Ahhh! Nesse app eles também são as coordenadas de como chegar nos lugares (então, mesmo que você não vá comprar nada nele, dá pra usar de guia! 🙊🤣); ⠀

📍 Civitatis: Mesma ideia do app Get Your Guide, mas tem outras opções de passeios e também alguns Free Walking Tours (tours gratuitos com guias locais – você paga apenas uma gorjeta). Vale a pena dar uma olhada em ambos os apps!
⠀ ⠀
📍 Citymapper: Esse é o melhor aplicativo de localização/mapa pra você transitar pelos transportes públicos de Paris sem se perder – esquece o Google Maps). ⠀

📍 To Good To Go: Esse aplicativo é sensacional pra você economizar bastante com comida. Ele funciona da seguinte forma: Os restaurantes e hotéis colocam as comidas que não foram vendidas no café da manhã ou até mesmo durante o dia para serem vendidas no app por um preço bizarramente barato. Você pode selecionar no app a região que você tá e pode ver os estabelecimentos que estão oferecendo os descontos. Mas, você precisa ficar atento porque:

– Você não pode escolher o que vai comer. A comida vem numa sacola surpresa e você só descobre o que é na hora de pegar;

– A comida é take away, você pega a sacola surpresa e vai embora. Não pode pegar a sacola e sentar na mesa do restaurante pra comer;

– Tem horários específicos de compra e retirada da sacola (fique atento com isso);

– Alguns celulares não permitem o download desse app por algum motivo. Eu consegui baixar e a minha amiga não. Talvez você precise mudar a localização do seu celular ou da sua loja online (tipo Apple Store ou Google Play).

– Tem como pagar com PayPal e eu achei essa opção mais fácil e rápida.

Eu e uma amiga usamos três vezes e nas três vezes foi maravilhoso. A gente pagou entre 2,00 a 5,00 euros por sacola surpresa e nas três vezes ficamos chocadas com a quantidade de comida que veio. Na maioria das vezes era sanduíche ou croissants, mas sempre muito gostosos e frescos (fizemos vários piqueniques assim e foi ótimo).

GASTOS EM PARIS (MÉDIA DE PREÇOS)

A média de gastos em Paris vai depender muito de como você consome, se alimenta e das coisas que quer visitar. Dá pra fazer muitas coisas de graça em Paris e se divertir tanto quanto quem entra em todos os museus e atrações pagas. Pra mim, a graça de Paris são as ruas, as pessoas, as praças, os jardins e os monumentos!

Abaixo, eu listo a média dos meus gastos em 4 dias de viagem em Paris. Lembrando que eu não gosto de museus e, por isso, vou contar no meu cálculo apenas o museu do Louvre e D’Orsay. Além disso, como eu me hospedei na casa de um amigo, peguei como referência o valor da diária de um dos hostels que indiquei acima.

GASTOS COM ALIMENTAÇÃO: € 110,00 euros (pra 4 dias de viagem durante o verão – contando com uns shots de tequila na boate rsrsrs)

GASTOS COM ATRAÇÕES E PASSEIOS: € 168,40 euros (Museu do Louvre + Museu D’Orsay + Topo da Torre Eiffel + Arco do Triunfo + Palácio de Versalhes + Disney de Paris)

GASTOS COM TRANSPORTE: € 39,45 euros (Nesse valor está incluso os tickets do metrô + trem de ida e volta pra Versalhes + Trem de ida e volta pra Disney + Aluguel de patinete elétrico por 30 minutos) Fizemos muita coisa a pé também – média de 18 Km andando por dia – eu amo andar.

GASTOS COM HOSPEDAGEM: € 145,00 euros (pra 4 dias de viagem durante o verão)

TOTAL DE GASTOS PRA 4 DIAS EM PARIS (POR PESSOA): 462,85 euros

OUTROS LUGARES PARA VISITAR NA FRANÇA ALÉM DE PARIS:

A França é uma país incrível, não só pela sua gastronomia, história, cultura como também pelas suas paisagens naturais e arquitetura. No ano de 2019, eu visitei a França três vezes e cada vez fico mais apaixonada e surpreendida com o país (mesmo, às vezes, me deparando com alguns franceses sendo bem arrogantes e impacientes – não são todos, mas me irritei um pouco com alguns. No entanto, em contrapartida, eu também encontrei alguns franceses muito legais e hospitaleiros).

Recomendo demais, assim que puder, visitar alguns lugares da França que não seja só Paris, como por exemplo:

– Mont Saint-Michel;

– Saint-Malo;

– Toulouse;

– Montpellier;

– Nice;

– Aix en Provence

Mont Saint Michel na França: O que fazer e como chegar

DICA DE OURO: Existe uma aba no blog chamada “ROTEIROS GRATUITOS” e lá você pode baixar todas as planilhas que eu tenho de roteiros de viagem. É tudo gratuito e você encontra na planilha não só dica de lugares pra visitar, como também dicas de transportes, hostels e gastos.

Espero que esse post tenha sido útil e se você conhece alguma pessoa que precisa ler isso, compartilha o link com ela!

Ahh! Não esquece de me seguir no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar as minhas aventuras!

Até a próxima!

Beijos,

Mary

 

Gostou das dicas do blog?

Toda vez que você usa um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (nadinha)! Você simplesmente me ajuda a continuar produzindo conteúdos que, com certeza, vão te ajudar nas suas próximas viagens!

Os links do Vida Mochileira são de serviços que eu mesma uso e recomendo:

– Worldpackers ($10 dólares OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRAWP): Worldpackers
– Hospedagem: Booking.com, Airbnb
– Cartão de débito internacional: Transferwise
– Passeios no Atacama, Salar de Uyuni e Santiago (10% OFF VIDAMOCHILEIRA10): @fuigosteitrips
– Seguro Viagem (5% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA5): Seguros Promo
– Seguro Viagem para viagens longas e nômades digitais ($37 dólares por 4 semanas): SafetyWing
– Chip de Internet (10% OFF usando o cupom VIDAMOCHILEIRA10): Chip de Internet Yes Brasil
– Consultoria de viagens comigo: vidamochileira@gmail.com
– Aluguel de carro: Rentcars

Muito Obrigada! Me segue também no Instagram (@vidamochileira) pra acompanhar minhas aventuras!